EconomiaNotíciasTurismo

123milhas vai criar página para consumidores cobrarem valores devidos

Compartilhar:

A empresa 123milhas criou um site a pedido da Justiça de Minas Gerais Com para reunir os dados de todos os consumidores lesados e com valores a receber dos pacotes de viagem vendidos, mas não pagos.

A empresa explicou, em nota, que o o site rj123milhas.com.br foi criado para ser o espaço oficial de informação aos credores sobre as classificações e créditos a eles atribuídos pelo grupo 123milhas para fins da recuperação judicial.

A empresa informa também que ainda não há prazo para que os credores verifiquem os créditos. “A partir da publicação do link em Diário Oficial, o que depende de autorização judicial, os credores vão ter 15 dias corridos para checar os créditos e encaminhar eventuais informações sobre divergências e habilitações em caso de não identificação dos créditos”, diz o comunicado.

Em outro trecho, a 123 milhas diz que, após a autorização judicial para a publicação do edital contendo o link, a administração judicial dará início à fase de recebimento de informações sobre possíveis divergências em relação à lista, bem como as habilitações referentes a credores que não encontrem seus nomes e créditos.

Por fim, a empresa esclarece que os próximos passos preveem que, além de aguardar a autorização judicial para publicação do link contendo a lista de credores, a juíza do caso deve marcar audiência com a administração judicial, o Ministério Público e o Grupo 123milhas para garantir a continuidade do processo da recuperação.

Mato Grosso do Sul – Em último informação divulgada este ano, o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor), em Campo Grande, iniciou as audiências de conciliação dos consumidores que tiveram prejuízos com a empresa de pacotes de viagem e passagens aéreas 123 Milhas. Por meio de nota enviada à imprensa, o órgão ressaltou que havia atendido 41 casos em Mato Grosso do Sul.

 

Fonte:CGN

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo