CulturaInteressesNotícias

Ganhador do Prêmio Jabuti é confirmado em evento literário de Bonito

Compartilhar:

Mato Grosso do Sul receberá o autor de O Avesso da Pele, livro ganhador do Prêmio Jabuti 2021, que foi censurado pelo Governo Estadual nas escolas públicas do estado.

O Prêmio Jabuti é o mais tradicional prêmio literário do Brasil, concedido pela Câmara Brasileira do Livro. Criado em 1959, foi idealizado o interesse de premiar autores, editores, ilustradores, gráficos e livreiros que mais se destacassem a cada ano.

Jeferson Tenório é um dos nomes já premiados e umas das atrações confirmadas na FLIB (Feira Literária de Bonito), evento que será realizado entre os dias 3 e 6 de julho deste ano. O escritor premiado integra a lista de palestrantes, que conta com o nome de outros nomes reconhecidos na literatura nacional.

A vinda do autor ao estado chama atenção em meio à polêmica recente em torno de sua obra, que foi até censurada na REE (Rede Estadual de Ensino), não só em Mato Grosso do Sul, mas também no Paraná e em Goiás.

No dia 6 de março deste ano, o governador Eduardo Riedel (PSDB) determinou o recolhimento do livro ‘O Avesso da Pele’ de escolas da REE. A obra já estava presente em 75 das 349 escolas estaduais tuteladas pela SED (Secretaria Estadual de Educação).

Desde então, a obra ganhou os holofotes, sendo tema de discussão nos ambientes sociais e políticos de MS, incluindo a Assembleia Legislativa.

A principal questão levantada deste então girava em torno das seguintes dúvidas: se a retirada das escolas, sob justificava de o livro ter um linguajar impróprio para adolescentes, era algo realmente necessário, ou se não passava apenas de um sintoma de preconceito.

O livro ‘O Avesso da Pele’, publicado em 2020, conta a história de Pedro, que, após a morte do pai, assassinado numa desastrosa abordagem policial, tenta resgatar o passado da família e refazer os caminhos paternos. A história escancara o racismo e o sistema educacional defasado do Brasil.

Após cerca de um mês da censura, no dia 23 de abril, a SED iniciou o processo de devolução para as bibliotecas das unidades escolares, após ser definida medida sobre o acompanhamento e orientações pedagógicas para o uso do livro.

Jeferson Tenório (Foto: Redes Sociais)

Feira Literária de Bonito

Neste ano, em sua 8ª edição, a FLIB traz, novamente, escritores premiados. Conforme divulgado, o tema do ano é “Literatura: as fronteiras e as travessias”. Segundo a organização do evento, o objetivo é provocar reflexões, alcançando um público mais amplo, que vive e convive com questões decorrentes das fronteiras.

A programação do evento inclui palestras com grandes nomes da literatura brasileira contemporânea, como a ilustradora e roteirista Janaína Tokikaka, que tem mais de 20 obras voltadas ao público infantil e juvenil e desenvolveu séries para Netflix e Disney Plus.

Além dela, a FLIB deve receber o poeta Douglas Diegues, que abordará poesia e literatura nas fronteiras desconhecidas do Brasil com o Paraguai, destacando sua escrita em Portunhol Selvagem.

A programação também conta com bate-papos. Um deles com Geovani Martins, conhecido por suas vivências nas favelas do Rio de Janeiro e autor do livro de contos “O sol na cabeça” e o romance “Via Ápia”.

Outro bate-papo deve ser realizado com Socorro Acioli, jornalista e doutora em Literatura, que ganhou o Prêmio Jabuti com “Ela tem olhos de céu” e publicou obras como “A cabeça do santo” e “Takimadalar, as ilhas invisíveis”.

Para promover ainda mais os debates acerca das letras, serão realizadas ainda rodas de conversa com temas variados, como “Mulherio das Letras: atravessamentos poéticos”, mediado por Tania Souza, e “Encontro de representantes dos povos do Pantanal com Kaká Werá”, mediado por Denise Silva.

Outros tópicos incluem “A poesia além do limite da voz” com Jô Freitas, mediado por Karina Vicelli, e “Literatura: fronteiras e travessias” com Maria Adélia Menegazzo, Álvaro Banducci e Marcelle Saboya.

Susana Ventura, doutora em Letras pela USP, ministrará a oficina “Entrelaçamentos — a Literatura para o público infantil”; a atriz Amarilis Irani conduzirá a oficina “Brincadeiras africanas”, enquanto a atriz e diretora Lígia Prieto liderará a oficina “Escritos cênicos, outras travessias”.

Além disso, durante a feira, o cantor e compositor Renato Teixeira apresentará seu show “Estrada eu Sou”, com canções de uma carreira com mais de 40 anos de sucessos.

A programação da Feira Literária de Bonito é aberta a todos os públicos e totalmente gratuita.

 

Fonte:MM

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo