CulturaInteressesNotícias

Com 450 inscritos, Festival da Juventude começa amanhã com oficinas de criação, formação e reflexão

Compartilhar:

Escrita criativa, interpretação para cinema e TV e roteiro cinematográfico são as mais concorridas entre as oficinas que estão sendo oferecidas pelo Festival da Juventude (FestJuv), que ocupa o campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em Campo Grande, de amanhã até domingo, com todas as atividades gratuitas.

No total, são 10 oficinas no cardápio, a serem realizadas na sexta-feira e no sábado em diferentes horários (confira a programação do dia de abertura no box). A diversidade e a relevância dos temas, além da qualificação dos oficineiros, foram fundamentais para atrair os 469 jovens que participarão desta jornada de conhecimento e prática.

O número expressivo de inscrições para oficinas de interpretação para cinema e TV, com o ator Johnny Massaro, a oficina de escrita criativa com o escritor Tino Freitas e a oficina de roteiro cinematográfico com PJ Maia totalizaram mais da metade do total de inscrições. “É gratificante perceber o interesse dos jovens pela literatura e o audiovisual”, disse o escritor e coordenador das oficinas, Febraro Oliveira.

A procura pelas demais oficinas oferecidas pelo FestJuv, todas abordando temas relevantes para a formação dos jovens, também chamou a atenção dos organizadores. Segundo Febraro de Oliveira, a coordenação do evento não poupou esforços para oferecer aos jovens de MS os melhores profissionais e as temáticas mais relevantes e atuais para estas oficinas.

“O Festival da Juventude, além de ser inédito neste formato, é a melhor coisa que poderia acontecer à juventude”, exalta Oliveira.

Os inscritos receberam e-mails de confirmação e a lista completa dos participantes foi compartilhada nas redes sociais do FestJuv e também no site oficial do evento – https://festjuv.com.br/.

 

O músico, poeta e artista visual Arnaldo Antunes
O músico, poeta e artista visual Arnaldo Antunes

O FESTIVAL

O Festival da Juventude – Literatura, Livro e Leitura é uma ação voltada para a cultura baseada no universo da juventude de 15 anos a 24 anos e busca ampliar o espaço para o pensamento, a sensibilidade e a expressão do jovem sul-mato-grossense. Pretende estimular o interesse de jovens pelo que é produzido em Mato Grosso do Sul e no Brasil, refletindo e interpretando as questões do mundo contemporâneo por meio de atividades culturais e artísticas formativas.

“O campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul em Campo Grande abre os braços para a juventude de todo Mato Grosso do Sul, acolhendo em seus espaços concursos literários com premiação em dinheiro e publicação de livro, palestras, espetáculos e shows, audiovisual, oficinas, exposição, feira de quadrinhos, campanha de doação e troca de livros”, convida a organização do evento em comunicado oficial.

O FestJuv anuncia que está comprometido com a meta 20 do Plano Nacional de Cultura, buscando aumentar o número de livros que os brasileiros leem fora da escola, inspirando e contribuindo para a formação de novos criadores e para a ampliação da capacidade do público jovem de leitura do complexo mundo moderno.

FORÇA E UTOPIA

“Serão quatro dias de encontros artísticos, formação, reflexão e debates para, por meio da cultura, compreender a nossa diversidade e fortalecer os espaços democráticos comunitários e de convivência, de reafirmação da importância das culturas e das artes, das expressões simbólicas na nossa formação, de conexão de gerações, dos que hoje são jovens com os que começaram suas carreiras ainda jovens e nunca mais pararam”, afirma a produtora Andréa Freire, responsável pela coordenação do FestJuv, ao lado do também produtor Nilson Rodrigues.

“A juventude sempre nos aponta um caminho melhor, sem medos, preconceitos e com muita criatividade. Para termos algum futuro, temos que garantir e qualificar a nossa democracia, superar as desigualdades sociais, proteger o meio ambiente e ter um desenvolvimento econômico sustentável. E só é possível dar conta dessa enorme tarefa, de construir essa utopia, com a força e a sensibilidade dos jovens”, aposta Andréa.

 

O trovador Ruberval Cunha
O trovador Ruberval Cunha
A cantora, compositora e instrumentista Marcela Mar
A cantora, compositora e instrumentista Marcela Mar- Fonte:CE

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo