InteressesNotícias

Programa Rodar Bem MS prevê recuperar 1,8 mil km de rodovias sem asfalto

Compartilhar:

O Governo de Mato Grosso do Sul anunciou nesta quinta-feira (4) o lançamento do programa “Rodar Bem MS”, voltado para a melhoria de estradas estaduais não pavimentadas.

A iniciativa visa promover uma malha viária mais eficiente, que contribua com o desenvolvimento da área rural, simplificando a vida das pessoas que moram e trabalham no campo.

Com orçamento de R$ 340 milhões, o programa prevê a recuperação de 1.800 quilômetros de rodovias sem asfalto até 2026.

O planejamento é da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), autarquia de obras públicas vinculada à Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística).

Para o secretário da pasta, Helio Peluffo Filho, o “Rodar Bem” reflete o compromisso do governo em melhorar a qualidade de vida das pessoas que vivem e trabalham em regiões com estradas sem pavimento, impulsionando o desenvolvimento e promovendo a inclusão.

“O ‘Rodar Bem MS’ vai melhorar as estradas com aplicação de solo melhorado com cimento, solo-brita, entre outros, facilitando o dia-a-dia do produtor, favorecendo o escoamento da produção, melhorando a mobilidade das rodovias não pavimentadas e ainda dando mais segurança para que trafega nas estradas”, afirma.

Plano de trabalho

Os serviços começaram a ser executados pela MS-357 e MS-456, em Ribas do Rio Pardo, onde já foram melhorados 35 quilômetros de estradas, em parceria com a empresa Suzano, que assinou termo de cooperação com a Seilog para contribuir com o melhoramento de 10 trechos das rodovias MS-357, MS-340, MS-456, MS-338 e MS-324.

No plano de trabalho do programa serão recuperados 378 quilômetros das cinco rodovias até 2024, em um investimento de R$ 68 milhões. Já para os anos de 2024, 2025 e 2026 são projetados melhoramento em 1.529 quilômetros de 31 rodovias sem pavimento, com R$ 275,3 milhões.

 

Fonte:Opantaneiro

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo