DestaqueNotícias

Sucuri amarela de 5 metros aparece ‘camuflada’ no Pantanal de MS

Compartilhar:

O biólogo e guia turístico Helder Brandão ficou cara a cara com uma sucuri amarela gigante, na região pantaneira do Refúgio Ecológico Caiman, em Miranda. O encontro foi filmado e mostra a serpente camuflada em meio a vegetação.

No vídeo, a cobra, que parece ter aproximadamente 5 metros de comprimento, aparece camuflada em meio a folhas e a vegetação nativa. Em conversa com a reportagem, Helder Brandão falou da possibilidade da sucuri estar digerindo uma ave devido ao tamanho da presa, que estava ao longo do corpo da serpente.

Serpente camuflada no Pantanal de MS — Foto: Reprodução/ Helder Brandão

“Um guia me avisou que tinha uma sucuri tomando sol em uma área alagada, falei com os turistas e fomos atrás da serpente. Ela tinha acabado de comer, acredito que foi uma ave pelo tamanho da parte estomacal”, disse.

Helder explicou que estava realizando um passeio com turistas, quando de repente, avistou a sucuri e conseguiu realizar os registros. Os visitantes ficaram encantados com a beleza e a proximidade do animal, que não se importou com a presença deles.

“Foi uma experiência muito bacana, a sucuri passou vários dias na mesma posição. Um dos hóspedes quis me acompanhar e entramos dentro da lama para registrar o momento, claro que sempre com segurança, sem tocar no animal”, disse.

Sucuri amarela flagrada durante expedição, em MS — Foto: Reprodução/ Helder Brandão

O guia de natureza destacou que o momento foi de contemplação, apenas com avistamento.

“O respeito pelo animal é essencial, a sucuri pode regurgitar a presa ao se sentir ameaçada, o que é perigoso. Trabalhamos com passeios de conservação, em ações que vão focar em destinos e passeios que conservem a natureza”, pontuou.

Helder compartilha outros registros das belezas do Pantanal nas redes sociais, para ver outros vídeos, clique aqui.

Biológo fez "selfie" com a serpente — Foto: Reprodução/ Helder Brandão
Biológo fez “selfie” com a serpente — Foto: Reprodução/ Helder Brandão
Fonte:G1ms

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar