NotíciasPolítica

Passaporte da vacina não deve ser cobrado nas eleições de 2022, diz TSE

Após a notícia falsa da exigência do comprovante de vacinação para votação, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) afirmou que descarta o passaporte da vacina nas Eleições de 2022. Segundo o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a medida não é cogitada até este momento.

Em nota do TSE, ele afirmou que “simplesmente não tem qualquer fundamento” que seja exigido comprovante de vacinação dos eleitores nas votações deste ano. Barroso afirmou ainda que “na ocasião própria, com a consultoria de especialistas, como foi feito em 2020, serão tomadas as medidas sanitárias que vierem a ser recomendadas”.

Segundo o Tribunal, para definição das medidas de biossegurança das Eleições de 2020 foram ouvidos diversos profissionais especialistas. Assim, o TSE garante que as eleições presidenciais terão o mesmo processo de análise das medidas para a pandemia.

Por fim, o TSE garante que “quando definidas, as medidas serão amplamente divulgadas tanto para o eleitorado quanto para os veículos de imprensa”.

 

Fonte:MM

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar