NotíciasTecnologia

Netflix não atinge meta de novos assinantes e ações despencam

A plataforma de streaming Netflix divulgou nesta quinta-feira (20) o relatório financeiro da empresa com os números do último trimestre de 2021. Os resultados apresentados geraram uma queda brusca nas ações da companhia no fechamento do mercado.

O principal dado do relatório foi a adição de 8,28 milhões de novos assinantes pagos no período — número abaixo da meta estipulada pela própria empresa, de 8,5 milhões de assinantes, que correspondia ao que foi obtido no mesmo período de 2020.

Além disso, a companhia ainda reduziu a expectativa de assinaturas adicionadas no primeiro trimestre de 2022 para cerca de 2,5 milhões de cadastrados. O número passa longe do valor registrado nessa época em 2021 (3,98 milhões) e de palpites de analistas do mercado (6,93 milhões).

A queda registrada após a divulgação do relatório.
A queda registrada após a divulgação do relatório.Fonte:  Google Finance 

Como resultado da redução das expectativas e do não cumprimento da meta de novos assinantes, as ações da Netflix chegaram a cair em até 20%. Em termos financeiros, o lucro foi de US$ 607 milhões, maior do que os US$ 542 milhões do final de 2020, enquanto a receita também subiu em 16%.

O que aconteceu?

Em um comunicado feito antes da divulgação dos resultados, o CEO da empresa, Reed Hastings, comentou os desafios encontrados pela plataforma e deu alguns motivos para o desempenho abaixo do esperado. Um deles é o aumento da competição, com cada vez mais serviços de streaming disponíveis.

Além disso, a continuidade da pandemia faz com que a companhia ainda não tenha voltado aos níveis de aceleração vistos antes da covid-19 — fato que afeta inclusive o ritmo de gravações e a economia mundial.

Recentemente, a empresa anunciou ainda um novo aumento no valor da mensalidade para Estados Unidos e Canadá, o que pode impactar os números do começo de 2022.

Segundo Hastings, a empresa está “otimista sobre a perspectiva de crescimento ao longo prazo” e continua crescendo em todas as regiões que receberam novas alternativas de streaming recentemente.

 

Fonte:TecMundo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar