NotíciasTecnologia

Estudo sugere aumento recorde das temperaturas dos oceanos

Há alguns meses, um relatório conduzido pela ONU afirmou que o efeito do aquecimento pode causar danos irreversíveis à Terra. Agora, um novo estudo publicado na revista científica Advances in Atmospheric Sciences revela que as temperaturas dos oceanos aumentaram significativamente nos últimos anos — em comparação, é como se nossas águas tivessem absorvido o calor de milhares de bombas atômicas de Hiroshima.

O estudo fornece evidências de que o aquecimento global continua afetando o nosso planeta e que as temperaturas ficaram muito mais quentes na última década — inclusive, é um recorde. A pesquisa afirma que o ritmo atual pode trazer consequências sérias à sociedade e à biodiversidade do planeta, já que foi registrado um aumento de 14 zettajoules (unidade para medir energia) em 2021.

Ao todo, 33 cientistas de diferentes institutos participaram do estudo, que mediu temperaturas de oceanos em até 2 mil metros de profundidade com o uso de sensores de alta tecnologia em boias autônomas e até em animais. A pesquisa indica que mais de 90% das consequências causadas pelo aquecimento global são absorvidas pelos oceanos.

Os resultados demonstram que o aquecimento está penetrando nas camadas mais profundas do oceano
Os resultados demonstram que o aquecimento está penetrando nas camadas mais profundas do oceanoFonte:  Unsplash 

À medida que os oceanos absorvem o calor gerado pelas emissões humanas, os resultados geram o aumento do nível do mar, a acidificação das águas e o clima extremo. Assim, milhares de regiões ao redor do mundo devem sofrer com consequências da natureza — sem contar aquelas que já enfrentam o problema.

As reações do aquecimento

De acordo com John Abraham, professor de ciências termais na Universidade de St. Thomas e um dos autores do estudo, o ritmo do aquecimento aumentou cerca de 500% desde o fim dos anos 80. Entre 1987 e 2019, ocorreu um aumento de quase 5 vezes em relação ao registrado entre 1955 e 1986.

“Este artigo não foi meramente um exercício acadêmico. Tem consequências tremendas para a sociedade e a biodiversidade do planeta. À medida que os oceanos aquecem, eles ameaçam a vida marinha e as muitas cadeias alimentares que se originam no mar. Águas oceânicas mais quentes tornam as tempestades mais severas. Ciclones e furacões tornam-se mais poderosos; as chuvas caem com mais força, o que aumenta as inundações; tempestades são mais perigosas; e o nível do mar aumenta (uma das principais causas do aumento do nível do mar é a expansão da água à medida que aquece)”, escreveu John Abraham em artigo publicado pelo jornal britânico The Guardian.

Animais marinhos de águas oceânicas tropicais já estão passando por diminuições populacionais devido ao aquecimento
Animais marinhos de águas oceânicas tropicais já estão passando por diminuições populacionais devido ao aquecimentoFonte:  Unsplash 

Conforme  revelado pelos autores do estudo, apenas no último ano, é como se os oceanos tivessem absorvido a temperatura de 7 bombas de Hiroshima detonando a cada 1 segundo em 24 horas durante 365 dias. Em outra comparação, Abraham afirma que é como ligar 440 bilhões de torradeiras e deixá-las funcionando 24 horas, todos os dias do ano.

Os pesquisadores também descobriram que o aquecimento é mais rápido nos oceanos Atlântico, Índico e Pacífico Norte, ou seja, não é uniforme em todo o planeta. Infelizmente, os resultados sugerem que o problema deve continuar com um padrão semelhante nas próximas décadas.

 

Fonte:TecMundo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar