DestaqueNotícias

Em Bonito, 100% do vidro é reaproveitado

Referência em uma atividade altamente sustentável, a Casa do Vidro, em Bonito, criou um projeto de grande alcance ambiental e social ao garantir o reaproveitamento industrial do vidro não utilizado na confecção de peças artesanais.

A iniciativa promove a coleta e a destinação correta do resíduo, que deixa de ser descartado no aterro sanitário.

Com isso, o material é 100% reciclado, não causa impactos negativos no meio ambiente e ainda gera emprego e renda na localidade.

A parceria da Casa do Vidro com a prefeitura e com a Cooperativa de Catadores do Paraíso de Bonito já resultou no envio da primeira remessa de vidros a uma indústria de São Paulo, totalizando 12,4 toneladas (seis mil unidades).

“Nosso objetivo é deixar de enterrar o vidro descartado pela população de Bonito, reciclando o material não aproveitado artisticamente pela nossa empresa”.

“Futuramente, esperamos conseguir dar um destino ambientalmente adequado a todos os resíduos sólidos”, informa a empreendedora Gina Tolfo Felix, há três anos à frente da empresa.

Na Casa do Vidro, taças quebradas são transformadas em pimenteiras e em frascos para mel; as partes superiores das garrafas de cerveja viram castiçais, outras se tornam copos e luminárias; e frascos de perfume saem dali como difusores aromáticos.

O empreendimento é considerado uma das primeiras fábricas de reutilização de vidro da América Latina.

Ecoponto

Um posto de coleta – Ecoponto – foi instalado em frente ao ateliê da loja, na Rua Afonso Pena, nº 587, e qualquer tipo de vidro (não apenas garrafas) é aceito.

As pessoas são orientadas a depositar o material quebrado em caixas de papelão para facilitar o manuseio e a separação, evitando riscos de ferimentos nos colaboradores do projeto, e a não misturar outros tipos de resíduos, principalmente orgânicos.

Gina explica que antes de serem encaminhados para a reciclagem, os vidros passam por uma triagem, onde cerca de 10% a 15% são reaproveitados de forma artística na produção de copos, artigos de decoração, entre outros.

“Com isso, a totalidade do vidro que chega aqui será reciclado. O que não for usado no ateliê será levado mensalmente para a indústria”, completa.

A empresária faz um apelo à comunidade: “Tragam os vidros até o nosso Ecoponto, e os grandes produtores, como restaurantes e hotéis, se for possível, façam o descarte direto na UTR [Unidade de Triagem de Resíduos], onde já podem aproveitar para deixar os demais resíduos recicláveis”.

Fonte:CE

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar