InteressesNotícias

MDB lançará pré-candidatura da senadora Simone Tabet à presidência em dezembro

O MDB se organiza para lançar, até o fim da próxima semana, a pré-candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) à Presidência da República. O evento de lançamento será em Brasília, na reunião da Executiva Nacional. Ainda não se sabe se o encontro será 100% presencial ou se terá parte remota, devido à pandemia.

“Desde março, tive conversas com dirigentes nacionais e regionais do MDB. A conclusão geral é que precisamos de um nome do partido para 2022. Por isso iremos homologar @SimoneTebetms como pré-candidata ao Planalto, na próxima reunião da Executiva no início de dezembro”, publicou o presidente do MDB, Baleia Rossi, no Twitter.

O nome de Tabet é apresentado como uma grande aposta. O partido coloca mais um nome na lista da terceira via, que tentará furar a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula.

O partido corre contra o relógio para anunciar oficialmente o nome, que vem sendo gestado há meses internamente, mas acabou vazando nesta semana, pressionado, dizem analistas políticos, pelos dois grandes eventos de Sergio Moro em Brasília, que atraíram as atenções do mercado e da parcela do eleitorado simpática a uma terceira via.

A prioridade da legenda agora é avançar nas conversas com economistas para ter um nome que represente o projeto do MDB para a área, com foco nas mulheres. Tebet, que possivelmente será a única mulher a se candidatar à Presidência em 2022, tem lutado pela ampliação da participação das mulheres na política.

Ela conseguiu uma posição decisória no Senado ao criar a Liderança Feminina e, em acordo com o presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), conquistou a liberação para a presença das mulheres na comissão. A participação de Simone Tebet a alçou à condição de celebridade nacional, algo que em anos de política, mesmo tendo sido duas vezes candidata à presidência do Senado, ela não tinha conseguido.

Alguns nomes constam na bolsa de apostas para a formulação da política econômica. O MDB teria sondado a economista Zeina Latif. Quando estava em campanha pela presidência do Senado, Tebet se reuniu com vários economistas, em encontro intermediado pela ex-diretora do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) Elena Landau.

Durante a campanha à presidência do Senado, Tebet também se aproximou do grupo Mulheres do Brasil, coordenado por Luiza Trajano, dona do Magazine Luiza. A empresária é cotada para uma candidatura, mas já declarou várias vezes que não pretende entrar para a política eleitoral.

*com informações R7

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar