DestaqueNotícias

Pavimentação de rodovia interligando os pantanais coloca Rio Verde no cenário nacional do turismo

Mato Grosso do Sul é um paraíso de belezas naturais. Pantanal e Bonito se despontam no cenário nacional do turismo do Estado. Com grutas, cachoeiras e rios que cortam a região com suas águas cristalinas, formam um cenário deslumbrante que atraem turistas de todo o mundo.

Mas essas belezas naturais também compõem a região norte do Estado, mais especificamente Rio Verde de Mato Grosso, cidade que conta com cinco balneários, diversas pousadas e é um dos principais polos turísticos da região e que tem se destacado cada vez mais no ecoturismo.

Com os investimentos em infraestrutura feitos pelo Governo do Estado, a expectativa é que Rio Verde, com cerca de 19 mil habitantes, de acordo com o último censo, se destaque cada vez no cenário do turismo em nível nacional.

Nesta semana, o governador Reinaldo Azambuja entregou a pavimentação de 5.8 quilômetros da MS-427 e mais 2 quilômetros de ciclovia. O trecho pavimentado, conhecido como Estrada das Águas, liga a cidade até o Barro Preto, contemplando o complexo turístico do município.

“Isso que estamos fazendo em Rio Verde é muito saudável, todos ganham com isso. A Prefeitura, o poder legislativo, o Governo, mas quem ganha mais é a população, que usufrui dessa beleza, que é a ciclovia, pista de caminhada, acesso aos balneários, turismo, progresso, desenvolvimento, acho que é isso que é governar. É você criar as oportunidades, construir as parcerias e é o que nosso governo tem feito, construído muitas parcerias com todas as cidades de Mato Grosso do Sul”, destacou Reinaldo Azambuja.

Francisco Antônio Almeida Moreira, popularmente conhecido com Meca, proprietário de um dos balneários da cidade, conta que já tem aproximadamente 20 anos que está à frente do balneário e que tem o projeto de melhorar cada vez mais. “Agora, com o asfalto, muitos benefícios virão e é preciso investir na estrutura para poder atender a demanda. A procura já está melhorando depois desse período crítico da pandemia”, disse.

Durante a entrega da obra, Reinaldo Azambuja assinou a autorização para licitação de mais 5,7 km de pavimentação da mesma rodovia (MS-427), dando continuidade à obra e ligando assim a cidade de Rio Verde até a BR-419, que também está em obras de pavimentação.

BR-419

Ligação importante entre o Norte e o Sudoeste de MS, a BR-419 conecta a BR-163, no município de Rio Verde de MT, com a BR-262 em Aquidauana. O governador Reinaldo Azambuja quer garantir a conclusão da obra, que é executada pelo Governo Federal e enfrenta impasses e paralisações nos trabalhos. Para isso, o gestor mobiliza a bancada federal de Mato Grosso do Sul no Congresso em busca da garantia dos recursos federais – que somam R$ 120 milhões referentes a 52,5 quilômetros.

Ao todo, a rodovia terá 224 quilômetros de asfalto. Em toda a sua extensão, a BR-419 abre uma nova rota turística e de escoamento da produção agropecuária entre os municípios do Norte que hoje são dependentes da BR-163 (Rio Verde, Sonora, Pedro Gomes, Coxim, São Gabriel do Oeste e Rio Negro) até Aquidauana, Anastácio, Corumbá e a região da Serra da Bodoquena (Bonito, Bodoquena, Jardim e Porto Murtinho).

Para o governador a pavimentação da BR-419 permite uma conexão rodoviária com os municípios do Pantanal e da região de Bonito e que não há dúvidas, que esse desenvolvimento passando por Rio Verde, as demandas turísticas do município irão potencializar.

“As belezas que temos na região de Rio Verde, os balneários com águas cristalinas, não perdem pra região nenhuma do Estado, nem do Brasil. Tem grandes potencialidades. O que cabe agora é infraestrutura, e o governo está entregando. Organização do sistema, acho que organizar o sistema de turismo local, profissionalizando, eu não tenho dúvidas, isso aqui vai crescer muito. São oportunidade que surgem, são pessoas que terão muito prazer em vir aqui conhecer essas belezas naturais e o Governo vai estar presente”, enfatizou o governador.

Estrada do Taquari

Também na região norte do Estado, obra que teve início em abril deste ano e está a todo vapor, é a implantação da Estrada do Taquari. Com investimento de R$ 24 milhões, a obra compreende 54 quilômetros de cascalhamento que liga a MS-423 a Ponte do Taquari.

O trecho liga as microrregiões do Pantanal do Paiaguás ao Pantanal da Nhecolândia, cortando assim a região Pantaneira de Corumbá, Rio Verde e Coxim, servindo no escoamento pecuário e turístico da região.

“Estamos interligando regiões produtores e levando novos acessos até a Ponte do Taquari, interligando a Nhecolândia ao Paiaguás. O Pantanal é extenso, tem uma dificuldade de acesso, e hoje temos estradas sendo abertas e pontes de concretos sendo construídas”, disse o governador.

A MS-423 tem acesso pela BR-163, entre os municípios de Rio Verde e Coxim, região norte do Estado. A obra inicia no quilômetro 90 desta rodovia já no município de Corumbá.

 

 

Fonte:EnfoqueMS

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar