InteressesNotícias

Bonito registra 30 casos confirmados de dengue em 2021

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou na última quarta-feira (28) o boletim epidemiológico sobre casos de dengue em Mato Grosso do Sul. Entre 1º de janeiro a 28 de julho, o Estado já notificou 11.658 casos prováveis da doença.

A cidade de Bonito registrou 30 casos confirmados.

Três Lagoas contabiliza 1.681 casos confirmados, seguida por Corumbá com 1.219 casos da doença e Maracaju com 509 casos confirmados.

A capital Campo Grande confirmou 339 casos de dengue.

Veja aqui o boletim !

O boletim revela que já foram registradas 12 mortes em razão da dengue no estado neste ano. A vítima mais jovem tinha 19 anos e residia em Caarapó e não tinha comorbidades.

Caso suspeitos

Pessoa que viva ou tenha viajado nos últimos 14 dias para área onde esteja ocorrendo transmissão de dengue ou tenha a presença de Ae. Aegypti, que apresenta febre, usualmente entre 2 e 7 dias, e apresente duas ou mais das seguintes manifestações:

– Náusea, vômitos

– Manchas avermelhadas no corpo

– Dor muscular e/ou nas articulações

– Dor de cabeça e dor nos olhos

– Petéquias ou prova do laço positiva

– Leucopenia (é quando o número de leucócitos, que são as células de defesa do sangue, está baixo- é verificado através do exame Hemograma).

Também pode ser considerado caso suspeito toda criança proveniente ou residente em área com transmissão de dengue, com quadro febril agudo, usualmente entre 2 a 7 dias, e sem foco de infecção aparente.

Combate ao mosquito Aedes Aegypti:

A principal ação que a população tem é se informar, conscientizar e evitar água parada em qualquer local em que ela possa se acumular, em qualquer época do ano.

Além do Aedes Aegypti transmitir a Dengue hoje o mosquito tornou-se um dos maiores inimigos da saúde pública por transmitir também o vírus Zika e a Febre do Chikungunya, e as ações de controle do vetor são imprescindíveis!!

As principais medidas de prevenção e combate ao Aedes Aegypti são:

– Manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água;

– Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;

– Manter caixas d’agua bem fechadas;

– Remover galhos e folhas de calhas;

– Não deixar água acumulada sobre a laje;

– Encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana;

– Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;

– Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;

– Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais;

– Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;

– Acondicionar pneus em locais cobertos;

– Fazer sempre manutenção de piscinas;

– Tampar ralos;

– Colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento;

– Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;

– Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente;

– Limpar sempre a bandeja do ar condicionado;

– Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água;

– Catar sacos plásticos e lixo do quintal.

 

 

Fonte:BN

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar