CulturaNotícias

“Em Frente MS” discute hoje a recuperação da classe artística

Acontece na tarde desta terça-feira, às 16h30, na Casa da Indústria, a segunda rodada de discussões do “Em Frente MS” – movimento pela retomada da economia de Mato Grosso do Sul -, com a presença de representantes da classe artística do Estado. No encontro, artistas e produtores poderão detalhar as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19 e apontar soluções. “Será a oportunidade de apresentar as reivindicações e nós vamos tentar encontrar a melhor solução para ajudar na recuperação do setor”, explicou o presidente da FIEMS, Sérgio Longen.

Além do Sistema FIEMS, o “Em Frente MS” é composto também pelo governo de Mato Grosso do Sul, Abrasel, Fecomércio, Faems e Sebrae. O objetivo do grupo de trabalho é oferecer soluções para a recuperação dos setores do turismo, começando pelas cidades de Campo Grande, Bonito, Corumbá, Dourados e Três Lagoas. Na agenda de trabalhos está definida a discussão para auxiliar os segmentos de bares e restaurantes, hotéis e pousadas, bem como a classe artística.

Na primeira reunião, ocorrida na noite de segunda-feira, dia 17, o presidente da FIEMS intermediou a discussão entre cerca de 60 empresários do setor de bares e restaurantes com os secretários Eduardo Riedel, da pasta de Infraestrutura do Governo de Mato Grosso do Sul, e Jaime Verruck, da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar.

Também estiveram presentes o superintendente do Sebrae, Cláudio Mendonça; o presidente da Fecomércio, Edison Araújo; da Faems, Alfredo Zamlutti; da Abrasel, Juliano Werhimer; e da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Paulo Corrêa; Alfredo Zamlutti da Federação das Associações Empresariais; e o diretor-presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes.

No encontro, o presidente da FIEMS Sérgio Longen explicou que o conjunto de reivindicações de todos os segmentos ligados ao turismo será encaminhado ao governo do Estado, à Assembleia Legislativa e às prefeituras para a definição das estratégias de recuperação do setor no Estado.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar