AgronegócioDestaqueNotícias

Rodovias de MS receberão novos corredores logísticos

As rodovias de Mato Grosso do Sul receberão nas próximas semanas novos corredores logísticos e, com isso mais competividade na produção agrícola.

As obras de pavimentação já têm projetos executivo e estão prontas para serem licitadas pela Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul).

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, ainda nesta gestão vão receber asfalto as rodovias MS-345 (Bonito-Anastácio), MS-295 (Eldorado-Porto Morumbi), MS-338 (Camapuã-Ribas do Rio Pardo), MS-162 (Maracaju-Placa do Abadio) e MS-488 (Itaquiraí-Porto Santo Antônio).

Investimento

Conforme informações da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), de 2015 até 2021, foram investidos em infraestrutura R$ 213 milhões de recursos estaduais.

Os municípios que receberam foram Ribas do Rio Pardo, Sidrolândia, Rio Verde de Mato Grosso, Nova Andradina e Nioaque.

Já os investimentos do Governo do Estado em todo o MS somam R$ 5,8 bilhões.

Destaque na soja

Levantamento realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária (Sistema Famasul) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) mostra que entre os municípios que mais ampliaram as áreas de soja estão Nova Andradina (39,05%); Nioaque (36,29%); Angélica (34,81%); Bodoquena (33,34%) e Anastácio (26,98%).

Nova Andradina é o 17º município com o maior efetivo bovino e Nioaque é o 14º e Anastácio é o 25º.

O secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, destaca sobre os investimentos em infraestrutura realizados pelo Governo do Estado.

“Vamos dar como exemplo a construção de pontes de concreto: ao implantá-las é possível e facilitado o transporte de grãos e isso estimula produtores, indústrias a fazer a ampliação de soja, representando desenvolvimento e, mais do que isso, empregos, oportunidades que chegam até a mesa da população”, ressalta.

Ribas do Rio Pardo, segundo maior município pecuário do Estado e um dos principais do Brasil, ampliou em 5,6% a área de soja. E o quarto maior município pecuário do Brasil, Sidrolândia, expandiu em 1,6% a área de soja.

 

Fonte:CE

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar