InteressesNotícias

Lojistas da Capital apostam em descontos de até 50% em produtos para o Dia das Mães

Faltando apenas dois dias para o Dia das Mães, os lojistas de Campo Grande estão apostando em promoção de até 50% para alavancar as vendas. Isso porque o início da vacinação e também o isolamento social fez com que as pessoas procurassem mais presentes e itens para comemoração.

“É uma data super importante e ganhou maior repercussão e apelo emocional das pessoas em função do isolamento social. O fato das pessoas quererem estar com as mães, estarem com o sentimento mais aflorados farão com que as pessoas tendem a presentear mais e a comemorarem um pouco mais. O início da vacinação trouxe um panorama um pouco mais positivo desse cenário”, ressalta a economista do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF-MS), Daniela Dias.

A data é comemorada sempre no segundo domingo de maio. Neste ano cai no dia 9.

De acordo com a Fecomércio-MS e o Sebrae-MS, Campo Grande projeta movimentar na economia 41,1 milhões.

Já em Mato Grosso do Sul, o esperado é injetar R$ 191,93 milhões esse ano, enquanto no ano passado, o valor foi de R$ 93,41 milhões. Ou seja, um aumento de 105%.

Confiança

A data é a segunda mais esperada pelos lojistas e com isso, muitos deles estão otimistas com as vendas para o Dia das Mães.

Na Mix Cosméticos, as ofertas vão até 50%. O gerente do local, Marcelo Massuda, está otimista com a data, mas conta com a melhora do tempo até lá.

“Estou otimista, mas se não fosse a queda na temperatura estes dois dias iria ser bem melhor”, ressalta.

Na Giga, as promoções também chegam a 50%. No local todo mês está sendo oferecido ofertas para os clientes e neste mês não vai ser diferente.

“Estamos confiantes. Desde o fechamento do comércio, estamos apostando em algumas ofertas para recuperar os prejuízos”, comenta o gerente Rodrigo da Silva.

A dona da loja Koisas de Karol, Karolinne Rocha, decidiu fazer um sorteio de uma bolsa para o Dia das Mães. Segundo ela, as vendas já estão à todo vapor para a data.

Na visão do presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campo Grande (CDL CG), Adelaido Vila, os empresários não estão mais preocupados com lucro e que o objetivo é fazer as mercadorias girarem e garantir o custo.

 

Fonte:CE

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar