NotíciasPolítica

Senadora cobra solução para atendimento aos pacientes da covid no interior

A senadora Soraya Thronicke (PSL) demonstrou preocupação com a atual situação da pandemia da covid-19 em Mato Grosso do Sul e cobrou solução para a falta de medicamentos que auxiliam na recuperação de pacientes, principalmente quem está no interior do Estado.

A parlamentar se reuniu de forma virtual com a bancada federal e a diretoria da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul).

“Quero reforçar que estou do lado de fora dos prefeitos na condução dessa questão para que toquem da melhor forma possível esse problema grave que é a pandemia da covid-19. Somente assim, no futuro, teremos paz e mais tranquilidade”, disse a senadora.

O prefeito de Miranda, Edson Moraes (PSDB), morreu no início de maio vítima da covid-19. A senadora alertou na reunião para o máximo de cuidados com a doença.

“Como já tive covid e me recuperei há poucos dias dessa doença, estou muito angustiada sobre como as pessoas estão sendo assistidas nos postos de saúde dos municípios do Estado. Sei que muitas cidades estão enfrentando a falta de medicamentos para atender a população doente e espero que possamos encontrar a melhor solução para superar esse momento o mais rápido possível, pois pessoas estão sofrendo por causa do vírus. Saibam que as prefeituras podem contar comigo para buscarmos essa solução”, ressaltou.

Pauta – No encontro com a Assomasul e a bancada federal, a senadora ressaltou a união da bancada federal para atender as necessidades de municípios com população maior.

“Não dá para fazer milagre, temos contornado as dificuldades para atender o maior número possível de municípios de Mato Grosso do Sul. Nós estamos trabalhando, sem bandeira partidária, para atender a todos”, afirmou.

O projeto Bancada Federal nos Municípios prevê um encontro mensal entre dois parlamentares com os prefeitos para debater as questões de cada município. Na oportunidade também foi discutida a destinação de recursos de R$ 100 milhões em emendas coletivas para dez municípios.

 

Fonte:CGN

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar