CidadeNotícias

Agesul conclui manutenção entre Guia Lopes e Bonito após período de chuvas

Com 17 equipes regionais, o trabalho de manutenção nas estradas estaduais é realizado constantemente, até mesmo nos fins de semana. O cronograma da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) atende aos 79 municípios e é realizado também aos sábados e domingos para garantir qualidade das rodovias e, principalmente, finalizar a manutenção iniciada nesse período pós chuva.

Com o mutirão dessas equipes, muitas estradas, desgastadas pelo intenso volume de chuvas, já estão com os serviços concluídos. O tapa-buraco da MS-164, entre Ponta Porã e a BR-167, já terminou, assim como o da rodovia MS-384, no trecho entre a cidade de Antônio João e a MS-164.

Segundo a coordenadora da regional de Ponta Porã (Agesul), engenheira Edna Shinkawa Nunes, o tapa-buraco já foi iniciado também na MS-286, que liga a cidade de Aral Moreira à rodovia MS-386 (Posto Taji). A manutenção das estradas é um trabalho constante das empresas contratadas pela Agesul. “Mas nessa época, após as chuvas, é importante ressaltar que muitos reparos foram encerrados em vários pontos”, disse.

Na MS-270, o trecho pavimentando se estende entre a Placa do Abadio até a MS-164, onde serviço de tapa-buraco  foi feito também durante o fim de semana. Indo de Itaporã à BR-060, essa rodovia (MS-270) tem também trechos não pavimentados que receberão os serviços de manutenção, como encascalhamento e raspagem.

Na região de Bela Vista, na estrada Vicinal da Margarida, a equipe nivelou a pista, na última sexta-feira (19), para garantir o escoamento de mais de 20 mil hectares de soja que já começaram a ser colhidos. O coordenador da regional de Bela Vista, o engenheiro Edmilson Escobar, afirmou que a MS-384, rodovia pavimentada entre Bela Vista e Antônio João, um trecho de 65 quilômetros também já recebeu o tapa-buraco que foi concluído no último dia 23 de fevereiro, depois de ser feito durante o fim de semana.

“Estamos conseguindo trabalhar, já que as chuvas pararam. Na terça-feira (23) finalizamos os 65 quilômetros de extensão da MS-384”, disse Edmílson. Na mesma região, na estrada do Mosquito, município de Antônio João, a equipe realizou o trabalho de patrola para alinhar e nivelar a pista.

No norte do Estado, além do tapa-buraco feito na MS-436, entre a Pontinha do Coxo e Figueirão, a Agesul também já realizou a manutenção de pontos críticos da rodovia MS-324, não pavimentada, próximo as cidades de Figueirão e Paraíso das Águas.

Serviço de roçada (trecho pavimentado) e encascalhamento (trecho não pavimentado) também estão entre os reparos feitos na MS-382, entre Guia Lopes da Laguna e Bonito, rodovia que dá acesso a um dos principais destinos turísticos do Estado e atende ao agronegócio em expansão na região.

Outras rodovias não pavimentadas como a MS-316, em Chapadão do Sul, MS-195, em Porto Murtinho – onde foi feita raspagem de 52 quilômetros de extensão-, MS-289, entre Limão Verde e a MS-180, MS-423 (Serra da Alegria), MS-166, em Maracaju (trecho do Polaco), MS-245 (entre a MS-338 e a BR-163), a MS-214, MS-156, entre outras, receberam os serviços de manutenção durante o fim de semana.

 

 

 

 

 

Fonte:BN

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar