Meio AmbienteNotícias

Cassilândia registra foco de raiva bovina

Técnicos do Iagro localizaram nove focos de raiva bovina no município de Cassilândia (MS), nas regiões: da Serra do Faustino Vendrame sentido Árvore Grande (3); Ilha do Pescador; (1); fundo do Aeródromo Municipal (3); e no Distrito do Indaiá do Sul, próximo à Vila (2).

Nos municípios de Paraíso das Águas e Costa Rica mais de 100 animais já morreram com a doença.

O Fiscal Estadual Agropecuário, Fábio Shiroma, coordenador dos Programas Nacional de Controle da Raiva dos Herbívoros (PNCRH) e de Prevenção e Vigilância da Encefalopatia Espongiforme Bovina (PNEEB), o trabalho da equipe da Iagro ganha agilidade e eficiência com a comunicação do produtor, dos possíveis abrigos de morcegos na propriedade e a realização da vacinação contra a raiva.

Sobre a doença

A raiva é uma enfermidade que acomete o Sistema Nervoso Central (SNC) dos mamíferos, inclusive do homem, com letalidade próxima a 100%. O período de incubação é relativamente longo (tempo que o animal foi exposto ao vírus até o aparecimento dos sinais clínicos) varia em média de 45 a 60 dias e que a resposta imunológica à vacinação se inicia em média com 7 a 10 dias. Por isso, é comum o aparecimento de animais que receberam a vacinação e vieram a óbito com a Raiva até que todos os animais estejam protegidos pela vacina.

O animal com a doença pode vir a óbito em 3 a 7 dias e a doença pode ser transmitida para os seres humanos. Caso haja contato com animal suspeito ou alguém seja agredido por morcegos, cães, gatos, é preciso procurar imediatamente o Posto de Saúde mais próximo.

 

 

 

Fonte:Iagro

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar