Meio AmbienteNotícias

Sanesul amplia capacidade de tratamento de esgoto em Juti

O investimento está sendo aplicado na ampliação do sistema de esgotamento sanitário com a construção de uma ETE- Estação de Tratamento de Esgoto. Ela tem capacidade de tratar 5,5 litros de esgoto bruto por segundo.

“Quando essa obra for concluída, terá condições de atender de forma eficiente a demanda atual e acompanhar o crescimento populacional. É uma obra importante para a universalização do tratamento do esgoto da cidade”, explica o diretor de engenharia e meio ambiente da Sanesul, Helianey Paulo da Silva.

Além da construção da ETE, também está em execução 4.328 metros de rede coletora de esgoto e 161 ligações domiciliares de esgoto.

Todas essas obras são realizadas com recursos provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) do Governo Federal – via Funasa, e da própria Sanesul.

A ETE está praticamente concluída, com 90% da obra executada.

As Estações de Tratamento de Esgoto, ou ETEs, são unidades operacionais do sistema de esgotamento sanitário que através de processos físicos, químicos ou biológicos removem as cargas poluentes do esgoto, devolvendo ao ambiente o produto final, efluente tratado, em conformidade com os padrões exigidos pela legislação ambiental. É na estação, por onde todo esgoto doméstico gerado e recolhido passa, que o tratamento acontece. O tratamento de esgoto é extremamente essencial, pois é a partir dele que muitos problemas ambientais e de saúde são evitados.

A Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul (Sanesul) está ampliando o sistema de tratamento de esgoto no Estado, com projetos em execução em várias cidades operadas pela empresa.

Fonte: Acom

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar