InteressesNotícias

Dira Paes volta a Bonito para festival acompanhada de outros globais

Compartilhar:

Paraíso turístico que atrai amantes do ecoturismo do mundo todo, Bonito, também será polo da 7ª arte a partir do dia 19 de julho. A 2ª edição do Bonito CineSur o Festival de Cinema Sul-Americano marca o retorno de Dira Paes ao festival.

A atriz abrilhantou a 1ª edição do evento, no ano passado, e fará a entrega dos prêmios Troféu Pantanal para os vencedores das mostras competitivas neste ano. Quem também prestigia esta 2ª edição do CineSur são os atores Johnny Massaro, Lucélia Santos, Carol Castro e Reginaldo Faria.

A programação do 2ª Bonito CineSur ainda conta com a exibição de 42 filmes, além de oficinas, rodas de conversa e pré-estreias. Tudo de graça.

Sobre a programação

A sessão de abertura será realizada no dia 19 de julho, às 20h, no Centro de Convenções de Bonito, Auditório Kadiweu. O filme que abre o Festival será “Selva Trágica” (1963), dirigido por Roberto Farias. O longa denuncia as desigualdades sociais no campo, retratando a exploração dos trabalhadores no cultivo da erva-mate. O ator Reginaldo Faria, que integra o elenco, será homenageado.

Os atores Lucélia Santos e Johnny Massaro apresentarão a cerimônia de abertura do Festival, enquanto Renata Boldrini, jornalista, apresentadora e colunista de cinema, apresentará a Mostra Competitiva de curtas e longas metragens.

Johnny Massaro
Johnny Massaro está entre os artistas que irão marcar presença no festival. (Foto: ReproduçãoQuem/Instagram)

Nos dias seguintes, a programação inclui diversas mostras competitivas de filmes sul-mato-grossenses, ambientais e sul-americanos, além de sessões infanto juvenis e pré-estreias no Cine Bonito, espaço inédito no centro da cidade que vai permitir que bonitenses e turistas possam ver filmes com toda a família, de forma gratuita.

Encerrando o Festival, dia 27, às 16h30, no Centro de Convenções de Bonito, será exibido o filme de encerramento: “Terceiro Milênio” (1981), dirigido pelo cineasta Jorge Bodanzky. O diretor será homenageado e participará de uma conversa após a sessão. O filme aborda a potencialidade econômica do Amazonas e seus desvios, incluindo a corrupção na política indigenista e a presença de fábricas poluidoras.

Às 20h, após a exibição do filme, Dira Paes entrega os prêmios Troféu Pantanal para os vencedores das mostras competitivas.

Para conferir a programação detalhada do festival, basta clicar aqui.

 

Fonte:PP

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo