EsportesNotícias

Detalhe tira campo-grandense de seleção surpresa da Eurocopa

Compartilhar:

Com pouca tradição no futebol, a Geórgia comemorou muito a classificação para as oitavas de final da Eurocopa, mas um brasileiro, mais especificamente um campo-grandense, poderia estar compondo o elenco da seleção. Trata-se de Flamarion, de 27 anos, que atualmente joga na França e por detalhe não está na competição continental.

Segundo regras da Federação Georgiana de Futebol (Georgian Football Federation – GFF), para um jogador ser convocado para a seleção do país, o atleta tem que ter passado, no mínimo, cinco anos ininterruptos no futebol da Geórgia.

Flamarion jogou de fevereiro de 2017 a dezembro de 2023 no Dinamo Batumi, da Geórgia, mas em setembro de 2020 foi jogar na Rússia, ficando nove meses fora da Geórgia, interrompendo a sequência de anos no país e impedindo o campo-grandense de ser convocado pela seleção, informação confirmada por sua assessoria em entrevista com a reportagem.

Durante seu período no país, o atacante foi campeão da Liga Nacional duas vezes (20/21 e 22/23), sendo os dois primeiros títulos na história da equipe georgiana, além de ter sido artilheiro das temporadas 21/22 e 22/23, com 19 e 17 gols, respectivamente. Também foi eleito o melhor jogador da Liga na temporada 19/20. Todas essas conquistas, coletivas ou individuais, o fizeram ídolo no futebol da Geórgia.

Em dezembro do ano passado, mesmo com a chance de disputar a fase preliminar da Champions League, Flamarion anunciou que estava de saída do clube rumo ao Valenciennes, da segunda divisão francesa.

Em má fase, o clube francês acabou sendo rebaixado para a terceira divisão, mas na Copa da França foi até a semifinal, sendo eliminado para o Lyon, uma das maiores equipes do país. No Valenciennes, o atacante soma 23 jogos, dois gols e duas assistências, nível de desempenho abaixo do demonstrado na Geórgia.

Hoje, segundo o site Transfermarkt, especializado na carreira de jogadores, Flamarion vale cerca de 900 mil euros (R$ 5,3 milhões na cotação atual). Acerca da Geórgia na Eurocopa, a seleção ficou em terceiro lugar no grupo F (com Portugal, Turquia e República Tcheca), com quatro pontos, e agora enfrentam a Espanha, no domingo (30), pelas oitavas de final. Confira o chaveamento da competição, definido nesta quarta-feira:

Fonte: UEFA (Confederação Europeia de Futebol)

Trajetória

Flamarion nunca jogou profissionalmente em um clube brasileiro, mas já compôs a base do Grêmio (RS), quando decidiu sair de Campo Grande aos 15 anos, e Palmeiras (SP). No clube paulista, disputou diversos campeonatos juvenis ao lado de Gabriel Jesus, atacante do Arsenal (ING).

Em agosto de 2016, o atacante assinou contrato com o FK Lovcen Cetinje, do Vietnã, mas ficou apenas quatro meses no clube, do qual ele jogou sete jogos e marcou dois gols, e assinou com o Dinamo Batumi.

Na equipe georgiana, Flamarion ficou sete temporadas e construiu quase toda carreira no país, sendo campeão da Liga Nacional duas vezes, artilheiro, melhor jogador e ídolo máximo do clube. Ao todo, foram 195 jogos, 89 gols e 24 assistências no Dinamo.

Porém, entre setembro de 2020 e junho de 2021, o jogador foi emprestado ao Rotor Volgograd, da Rússia, mas com números abaixo. Terminou a temporada no clube russo com apenas quatro gols e uma assistência em 20 jogos.

Geórgia

Com oito horas à frente do horário de Mato Grosso do Sul, uma infinidade de atrativos turísticos e a mais de 12 mil quilômetros de Campo Grande, a Geórgia é um país na região do Cáucaso, no Mar Negro, e tem apenas 69,7 mil quilômetros quadrados (MS tem 357 mil km quadrados) e uma linha costeira de 310 quilômetros.

Mais da metade dos 4,5 milhões de habitantes (60%) vivem em cidades, principalmente na capital Tbilisi. Montanhosa, tem uma altitude média de 1.432 metros acima do nível do mar, o que a torna um dos países mais altos do mundo.

O ponto mais alto da montanha (Dombai-Ulgen) está a 4.046 metros acima do nível do mar. Ela faz fronteira com a Rússia, Turquia, Armênia e Azerbaijão. Sobre o futebol do país, o campeonato nacional tem duas divisões com 10 clubes cada. O maior campeão é o Dínamo Tbilisi, com 19 títulos.

As maiores estrelas são: Khvicha Kvaratskhelia, atacante da Napoli (Itália) e Giorgi Mamardashvili, goleiro do Valencia (Espanha). Ambos são os principais responsáveis pela boa fase da seleção na Eurocopa, além de ter o artilheiro da competição, com 3 gols marcados, Georges Mikautadze, que joga no Metz (França).

Importante reforçar que é a primeira vez na história que a Geórgia participa da Eurocopa como país independente, já que entre os anos 1936 a 1991 integravam a União Soviética. Após a confirmação da classificação para o mata-mata, o país “parou” nesta quarta-feira (26) com a comemoração infusiva da população.

*Colaborou Neri Kaspary- Fonte:CE

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo