DestaqueInteressesMeio AmbienteNotíciasTurismo

Bonito recebe curso de Aviturismo no mês do Meio Ambiente

Compartilhar:

A cidade de Bonito, reconhecida por sua biodiversidade e potencial turístico, promoveu, entre os dias 10 e 16 de junho de 2024, dois cursos de Formação em Aviturismo. Organizados pela Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura Municipal de Bonito em conjunto com o Instituto Mamede de Pesquisa Ambiental e Ecoturismo, esses cursos integram o Programa de Qualificação para o Turismo, conforme estabelecido no Plano Estratégico de Gestão e Marketing do Turismo da cidade.

Objetivo e conteúdo dos cursos
Os cursos foram elaborados com o intuito de capacitar tanto a comunidade local quanto profissionais do setor turístico. Eles abordaram a identificação de aves, técnicas de observação, práticas de preservação ambiental, e a importância do aviturismo para o desenvolvimento sustentável da região. Essas ações são parte do compromisso da Prefeitura em fomentar o ecoturismo e valorizar a biodiversidade única de Bonito.

Participação e locais de realização
Dois grupos distintos participaram dos cursos. Entre os dias 10 e 13 de junho, 20 membros da comunidade do distrito Águas do Miranda foram capacitados. Posteriormente, de 14 a 16 de junho, o curso foi direcionado a 20 Condutores de Visitantes do Parque Nacional da Serra da Bodoquena. Ambos os grupos exploraram a riqueza ornitológica de suas respectivas áreas. Guias de pesca de Águas do Miranda e condutores do Parque Nacional compartilharam seus conhecimentos sobre os melhores locais para observação e as peculiaridades das aves endêmicas.

            

Apoio e colaboração
O Diretor de Turismo, Elias de Oliveira Francisco, destacou a importância de iniciativas como essa para a promoção do turismo sustentável em Bonito. Ele agradeceu a colaboração de todos os envolvidos, reforçando o compromisso contínuo da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico em apoiar projetos que integram a comunidade e promovem a conscientização ambiental. “A valorização do nosso patrimônio natural e o desenvolvimento econômico sustentável são prioridades para nós,” afirmou Elias.

Maristela Benites, diretora e instrutora do Instituto Mamede, enfatizou o valor da experiência prática e da observação em ambientes naturais para o aprendizado efetivo. Segundo ela, o aviturismo não só promove uma interação qualificada com a natureza, mas também reforça a educação ambiental e o respeito pelos territórios.

Impacto nas comunidades
Para a juventude e pescadores da Comunidade Águas do Miranda, o curso foi inspirador, trazendo uma perspectiva profissional alinhada com a sustentabilidade. Para os condutores do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, a formação em aviturismo fortalece sua atuação como agentes de conservação, aumentando a eficácia da proteção ambiental na área.

O Diretor do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, Sandro Pereira, ressaltou a relevância do aviturismo para a conservação ambiental. Ele destacou que a observação de aves, além de ser uma atividade prazerosa, contribui significativamente para a proteção das paisagens naturais. “Esperamos continuar a capacitar nossos condutores e promover o aviturismo na região”, concluiu.

Depoimentos dos participantes
Os participantes dos cursos expressaram gratidão pela oportunidade de aprendizado e troca de experiências. Ana Moreira, guia de pesca em Águas do Miranda, mencionou o valor do conhecimento adquirido e a expectativa de se tornar uma guia de observação de pássaros. Antônio Pereira, condutor de visitantes do Parque Nacional, agradeceu pela chance de conhecer novas espécies de aves e desenvolver suas habilidades no aviturismo.

Guilherme Dalponti, também condutor de visitantes do Parque Nacional, elogiou a energia e o conhecimento das instrutoras Maristela Benites e Simone Mamede. Arthur Hiroshi Hara destacou a importância do curso para quem trabalha com ecoturismo e expressou sua expectativa para futuras capacitações.

Du Carmem Goulart, estudante do ensino médio de Águas do Miranda, relatou o impacto positivo do curso em sua perspectiva sobre a natureza e a importância do respeito ao meio ambiente.

Agradecimentos e futuras iniciativas
O Instituto Mamede agradeceu a todos os participantes, a Prefeitura de Bonito, e a Secretaria Municipal de Turismo pela promoção do programa de qualificação. Também foi destacada a parceria com a gestão e equipe do Parque Nacional da Serra da Bodoquena e a Escola Municipal Rural Professor Francisco Anísio Correa Ferreira.

Criado em 2022, o Programa de Qualificação para o Turismo continua a oferecer oportunidades de formação e desenvolvimento para a comunidade de Bonito. Para informações sobre cursos com inscrições abertas, os interessados podem ligar para os telefones (67) 9.9208-9197 e (67) 3255-2160.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo