NotíciasSaúde

MS recebe mais 18,3 mil doses de vacina para imunização de crianças contra a Covid

Compartilhar:

Com público de 301 mil crianças para serem vacinadas, Mato Grosso do Sul recebeu mais 18 mil doses de imunizantes pediátricos da Pfizer para continuar com a campanha de vacinação de crianças com idades entre 5 e 11 anos.

As doses chegaram em voo comercial por volta das 7h30 e, junto às doses pediátricas chegaram novas 140 mil doses da Pfizer para os demais públicos. As vacinas só foram encaminhadas à sede da SES (Secretaria Estadual de Saúde) por volta das 9h.  Ainda não foi divulgado em Diário Oficial a quantidade que cada município deverá receber da nova remessa.

Na última semana, a sub-secretária de Saúde do Estado, Crhistinne Maymone, fez um apelo aos pais. “Nós contamos com vocês pais e responsáveis esse momento simbólico é fruto de todo um trabalho técnico baseado na ciência. Vamos fazer esse ato de amor”, disse.

Sem necessidade de receita médica

O Governo de Mato Grosso do Sul autorizou os municípios a vacinar crianças entre 5 e 11 anos sem a necessidade de receita médica. A exigência é que apenas os pais ou responsáveis — com o documento da criança — compareçam com elas nos postos de vacinação do SUS (Sistema Único de Saúde).

No último dia 27 de dezembro, conforme apurou a reportagem, houve uma reunião com representantes dos 79 municípios — em convocação extraordinária — para discutir a questão. Dessa forma, o que antes era apenas uma opinião do secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, foi discutido e referendado na CIB (Comissão Intergestores Bipartite).

Conforme Resende, no momento da vacinação, o adulto responsável deverá estar com documentos de identificação da criança, como a carteira de vacinação e a certidão de nascimento ou documento de identidade, por exemplo.

Em Campo Grande, para fazer o cadastro é necessário acessar a página na internet: http://vacina.campogrande.ms.gov.br/

A vacina

A autorização concedida pela Anvisa veio após análise técnica criteriosa de dados e estudos clínicos conduzidos por laboratório. Segundo a equipe técnica da Agência, as informações avaliadas indicam que a vacina é segura e eficaz para o público infantil, conforme solicitado pela Pfizer e autorizado pela Anvisa.

 

Fonte:MM

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo