Meio AmbienteNotícias

Fazendeiro é multado em R$ 5,5 mil por construção de dreno poluindo córrego Betione em Bodoquena

Durante vistoria nas propriedades rurais do município de Bodoquena, a Polícia Militar Ambiental de Miranda autuou, na última semana, o proprietário de uma área rural por degradações ambientais em área protegida do córrego Betione, que corta a propriedade do acusado, o qual também é utilizado como balneário no local e por muitas outras propriedades.

Durante a vistoria, foram verificadas degradações ambientais como a construção de um dreno, ligando um açude, com águas turvas pluviais utilizado por animais, ao córrego Betione que possui águas límpidas, causando turbidez e alterando as condições do curso d’água, bem como a escavação atingindo áreas de matas ciliares do córrego (Área de Preservação Permanente).

Além disso, o gado acessava livremente a vegetação das áreas protegidas do curso d’água e o pisoteio estava causando degradações no solo e margens e contribuindo com o assoreamento do córrego, o que é proibido por lei. O proprietário foi notificado a retirar o gado da área protegida.

O infrator (60), residente em Bodoquena, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.500,00. O autuado também poderá responder por crime ambiental de degradação de área de preservação permanente (APP). A pena é de um a três anos de detenção.

(Divulgação)

Gado acessando a área protegida. (Divulgação)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar