DestaqueNotícias

Projeto de recuperação dos córregos urbanos é lançado em Bonito

A Prefeitura de Bonito, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, desenvolveu o programa denominado Guardiões das Águas 2021-2024 que objetiva aumentar o volume e a qualidade das águas dos córregos urbanos de Bonito e, consequentemente, proteger o Rio Formoso.

O programa foi apresentado ao COMTUR esta semana e segundo as palavras da Secretária da pasta, Ana Trevelin, “gostaria de pedir apoio de vocês para a realização de um programa de restauração das matas ciliares dos córregos urbanos de Bonito. Estamos envolvidos agora na arregimentação de parceiros que nos ajudem a executar a programação que envolve: limpeza dos córregos, planejamento, restauração de ilhas nas matas ciliares e monitoramento.”

As ações previstas serão realizadas com o objetivo de promover a limpeza e restauração da mata ciliar dos córregos Restinga, Saladeiro e Bonito, que atravessam a cidade de Bonito e, também, promover a retirada de lixo do Rio Formoso.

O Rio Formoso enfrenta vários desafios, mas um dos maiores são os córregos urbanos que influenciam diretamente na qualidade da água do rio Formoso, uma vez que atualmente chuvas de 20 a 30 mm na cidade, já são capazes de provocar seu turvamento, segundo relato do Engenheiro Agrônomo,
Paulo Sérgio Gimenes, técnico da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (AGRAER) cedido para Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (SEMAGRO).

A economia do Turismo e milhares de empregos diretos e indiretos no Destino Turístico Bonito – Serra da Bodoquena, dependem da qualidade da água do Rio Formoso.

A metodologia de ação prevê retirar semestralmente o lixo das margens e leitos dos Córregos Restinga, Saladeiro e Bonito, e do Rio Formoso. Identificar os pontos mais críticos em razão da degradação
ambiental, em cada um dos córregos urbanos, para estabelecer custos, metas e indicadores. Plantio de mudas de árvores nativas em áreas cercadas de mata ciliar.

Esse projeto tem a duração inicial de 4 anos e durante esse período pretende-se restaurar de 02 a 03 áreas por semestre, o que totalizaria 16 a 24 pontos restaurados na extensão dos córregos urbanos.

O programa tem a parceria da Polícia Militar Ambiental (PMA), 2ª Promotoria de Justiça de Bonito/MS e como voluntários para as ações as seguintes empresas: Limpa Fossa Lago Azul, Lobo Guará Bike Adventure, Rota Aventura, G2 Esportes e Eventos, Equipe de Canoagem, Visit Bonito MS e Eco Park Porto da Ilha.

A coordenação do programa Guardiões das Águas convida a comunidade para apoiar as ações o que pode ser feito por meio de doações para o Fundo Municipal de Meio Ambiente (FUNDEMA) ou através da “adoção” de ilhas de restauração, oferecendo cercamento, plantio e sinalização das ilhas e, também, sendo voluntário nas Etapas de Limpeza das margens dos córregos urbanos.

Será realizada uma reunião virtual, na terça-feira (02) às 14:00 h, para discutir o programa com a comunidade, visando a implementação do mesmo o mais rápido possível.

Fonte: Redação

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar