DestaqueMeio AmbienteNotícias

Rio Miranda continua sob alerta em Mato Grosso do Sul

Embora o nível do Rio Miranda tenha diminuído nos últimos dias, inclusive na estação telemétrica Estrada MT-738 (em Nioaque), a situação ainda é crítica e continua sob alerta. A cada dia, o rio vem subindo mais na estação telemétrica de Miranda.

Ontem (23), o rio atingiu 6,87m. Anteontem (22), alcançou os 6,74m e no último domingo (21), seu nível era de 6,5m.  O recorde foi em 22 de janeiro, na estação Estrada MT-738, quando a altura atingiu 9,75 m. Em 23 de janeiro, o nível do rio também chegou à altura crítica de 9,69m.

O Rio Miranda transbordou em 28 de janeiro, deixando 25 famílias desabrigadas. Edson Moraes, prefeito da cidade, decretou situação de emergência. Os dados são do Boletim Diário do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL), e do Boletim Mensal de Janeiro.

Em 30 de janeiro, o nível de água da estação telemétrica Estrada MT-738 chegou a 6,93m. No dia 31, no mesmo local, a altura do rio atingiu os 6,86m. Em 1º de fevereiro, estava em 4,81m.

Na estação telemétrica de Miranda, o Rio Miranda alcançou 7,63m no dia 30. Já no dia 31, atingiu 7,6m. Em 1º de fevereiro, 7,46m. De 25 à 31 de janeiro, o nível na estação telemétrica de Miranda tem se mantido acima de 7,25m. Em 10 de fevereiro, o Rio Miranda alcançou 6,73m. No dia 11, 6,60m e dia 12, atingiu 6,46m.

Outros rios

Os rios Aquidauana, Paraguai, Cuiabá e Taquari estão normais. O rio Aquidauana, ontem, atingiu 2,9m; anteontem, 3,12m e domingo alcançou os 3,66m. Todos os níveis são considerados seguros.

Já o nível do rio Paraguai, na estação telemétrica de Porto Murtinho, permaneceu em 2,82m nos últimos três dias. A situação do rio Taquari também encontra-se normal.

Ontem registrou 3,85m; anteontem 3,81m e no último domingo, 3,88m. O Rio Cuiabá, na estação telemétrica de S. José do Piquiri, constatou o nível de 2,44m nos últimos dois dias.

Verão

O estação do verão compreende os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março. Suas principais características são chuvas recorrentes, tempo úmido, calor e dias mais longos. No Brasil, o verão começou em 21 de dezembro de 2020 e vai até 20 de março deste ano. Deve-se tomar cuidados em casos de tempo adverso nesta época do ano por conta da chuva forte.

Recomendações em casos de tempo adverso, segundo o CEMTEC

  • Em caso de chuva: não enfrentar pontos de alagamento ou enxurradas; procurar rotas alternativas no trânsito e dirigir devagar.
  • Em caso de raio: evitar locais abertos; não ficar debaixo de árvores; não ficar próximo a cercas de metal; ficar calçado e desligar eletroeletrônicos da tomada.
  • Em caso de granizo: deve-se tomar cuidado no deslocamento após chuva de granizo, pois o chão fica escorregadio.

 

 

 

 

 

Fonte:CE

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar