NotíciasTecnologia

A conectividade pós-pandemia: uma nova fronteira de oportunidades

A Covid-19 ocasionou no último ano mudanças sem precedentes em praticamente todos os países do mundo. Como consequência, promoveu abalos significativos nos mais diferentes setores econômicos. Impactou não somente o volume de vendas ou performance em muitas segmentos, mas também atingiu de forma radical o comportamento do consumidor. Empresas e pessoas ainda estão se adaptando para atuar e viver em um mundo que passou – e continua a passar – por modificações permanentes.

Algumas práticas já estão de forma mais natural incorporadas ao dia a dia, como as videoconferências, os serviços de delivery e compras de produtos online. Certamente a pandemia se tornou um grande acelerador de tendências e empresas que já possuíam um processo de transformação digital em curso puderam aproveitar o momento para se consolidarem e crescerem em seus respectivos mercados.

Nessa transição para a nova realidade pós-covid, a conectividade representa figura central e fundamental para o bom funcionamento da economia e até mesmo das relações humanas, enquanto permeia e está presente em muitos dos ambientes cotidianos. A seguir, comento brevemente como ela exerce papel essencial em alguns setores, o que certamente não exaure as infinitas possibilidades.

Varejo

Apesar do alto desemprego e da queda da confiança do consumidor, muitos varejistas estão apresentando resultados robustos nos últimos meses. Obviamente isso foi possível devido ao e-commerce e ao melhor conhecimento por parte dos varejistas de como ele deve ser implementado, seja pelo uso de analytics, com melhor eficiência e experiência para o consumidor em toda a jornada de compra, seja pelo maior trabalho de engajamento via mídias sociais.

Financeiro

As fintechs e os bancos digitais disputam cada vez mais o altamente concorrido mercado financeiro e bancário com as grandes instituições. Até mesmo os players tradicionais estão incorporando novas tecnologias para fazer frente às crescentes necessidades desse segmento. Agências físicas são fechadas e o uso do dinheiro em espécie diminui em um caminho sem volta. Meios de pagamento sem contato com meio físico dão o tom do novo momento.

Nesse ponto vale mencionar o acordo celebrado entre o Banco Central e a Conexis Brasil Digital para que o PIX Cobrança seja mais uma forma de facilitar a vida dos consumidores. Hoje já é possível fazer pagamentos de serviços pré-pagos e em breve os usuários de pós-pagos também poderão fazer uso da ferramenta. Menciona-se também a conta digital da Caixa para o pagamento e movimentação do Auxílio Emergencial, que somente foi possível graças à cessão gratuita pelas operadoras do tráfego de dados (zero rating).

Saúde

A Covid-19 e todos os graves problemas que ela ainda ocasiona impulsionou uma procura intensa por muitas facetas que envolvem o universo da saúde. Desde a preocupação inerente ao próprio coronavírus e outras doenças transmissíveis até questões relacionadas à saúde mental e temas relacionados ao bem-estar.

Nesse campo, há muito espaço para a telemedicina avançar e se tornar uma opção cada vez mais recorrente para a população, mesmo que ainda haja em diversos país entraves regulatórios importantes a serem superados. Aplicativos de saúde de toda espécie também proliferam e atendem às mais variadas demandas, desde medição de indicadores vitais até relacionadas ao bom repouso e meditação.

Educação

Um dos segmentos mais impactados pela pandemia foi o de educação. Com a suspensão das aulas presenciais, estudantes e famílias inteiras precisaram se adaptar à nova rotina das aulas remotas. Impulsionado pela necessidade de prover conhecimento em tempos de distanciamento, o EAD se fortaleceu como uma realidade e deve manter um lugar de destaque – ainda que em níveis mais baixos – mesmo após a ampla vacinação.

O mundo hoje respira conectividade. Muitos outros exemplos de aplicações poderiam ter sido citados e ainda assim não seriam suficientes para abraçar uma fração das possibilidades que esse universo compreende. A melhor notícia é que essa história ainda está em seus passos iniciais e há um inimaginável caminho de avanços pela frente.

 

 

 

 

 

Fonte;TecMundo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar