InteressesNotícias

Prefeitura de Corumbá decreta emergência, após chover em um dia o esperado para o mês

A Prefeitura de Corumbá, decretou nesta quarta-feira (13) situação de emergência em razão dos problemas provocados pela chuva que atingiu a cidade entre a noite de terça-feira e a manhã de ontem (13). O decreto foi publicado no Diário Oficial do município.

A medida leva em consideração a precipitação de 187,2 mm (milímetros) em menos de 24 horas, situação que extrapolou o limite previsto para um mês de chuva. Várias famílias foram afetadas, tiveram suas casas inundadas e, necessitam, com urgência, de materiais básicos, como alimentos e produtos de higiene e limpeza.

No decreto, a prefeitura ressaltou que foram verificados danos estruturais em vários pontos da cidade e levou em consideração o parecer técnico, da Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil, fundamentando o reconhecimento da situação anormal caracterizada como enxurrada. “Esta situação de anormalidade é válida apenas para as áreas deste município, comprovadamente afetadas pelo desastre”, diz o documento.

O documento ainda possibilita a mobilização de toda a estrutura do poder executivo para atendimento à situação de emergência, sob a coordenação da Superintendência Municipal de Proteção e Defesa Civil, autorizando o desencadeamento de ações de resposta ao desastre.

Dessa forma, “ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação das áreas atingidas, desde que possam ser concluídos no prazo máximo de cento e oitenta dias consecutivos e ininterruptos, contados a partir da publicação do decreto”. O decreto vigorará por 90 dias a contar de sua publicação, admitida prorrogação por igual período.

Atendimento –  Para conseguir concentrar todas as ações, um posto emergencial foi montado na Escola Municipal José de Souza Damy e até às 15h, 140 famílias foram atendidas. Mais um exemplo da situação crítica foi registrado pelo Corpo de Bombeiros, em que moradores ajudaram a equipe durante resgate de famílias.

No bairro Popular Velha, foi necessário uso de uma corda para salvar os moradores que permaneceram ilhados. Mesmo com as complicações, ninguém se machucou e desde a madrugada equipes estão nas ruas.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), as chuvas vão continuar no município com temperatura máxima de 31C.

 

 

 

Fonte:CGN

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar