DestaqueNotíciasTurismo

Turismo em família lidera opções de viagens para 2021

O turismo nunca foi tão pesquisado como em 2020. Tivemos as mais diversas pesquisas, a maioria delas para tentar descobrir as preferências dos viajantes no novo normal imposto pela pandemia de coronavírus. Desde a retomada das atividades turísticas no Brasil, em julho, surgiram muitas tendências e recomendações baseadas nas pesquisas, como evitar viagens longas, buscar destinos de natureza e passeios ao ar livre.

Agora que o final do ano está logo ali, e com notícias preocupantes sobre alta nos casos de contágio da Covid-19, o que era tendência virou algo tipo quase imperativo, e com um novo perfil de viagem: mais família e hospedagens alternativas. Ou seja, os viajantes estão mais criativos na hora de fazer o planejamento para viajar.

É o que revela o levantamento do Kayak, um dos principais sites de buscas de viagens do mundo, sobre dados de duas pesquisas, a última foi entre setembro de outubro, realizadas com brasileiros que não abrem mão do seu direito de aproveitar as férias de verão, apesar da ameaça do coronavírus.

Entre os pesquisados, 63% responderam sim ao item “Viagem em família”. Este é um dado bastante interessante neste momento de pandemia, que impôs às famílias o confinamento obrigatório em suas casas, e não seria estranho se cada um optasse por viajar para um canto diferente do país ou do mundo. O item “Viagens a lazer”, mais direcionado para quem prefere viajar sozinho ou com amigos, teve 16% da preferência.

De acordo com o estudo do Kayak, diferente dos americanos e europeus, por exemplo, os brasileiros fazem questão do café da manhã, e por conta disso a primeira opção de quem respondeu a pesquisa foi viajar e se hospedar em hotéis tradicionais com café completo e cama arrumada.

Mesmo assim ficou evidente uma forte tendência por aluguéis de temporada e acomodações alternativas, como cabanas, chalés e casas de campo. O aluguel de casas ficou em 2º lugar entre os tipos de hospedagem, como alternativa de mais privacidade e menos interações com outras pessoas, o que seria quase inevitável em hotéis.

Sobre para onde ir nestas férias de verão, os brasileiros estão optando por ficar no Brasil, considerando fatores como fechamento de fronteiras, restrições de biossegurança por conta da pandemia, e preço elevado de moedas estrangeiras (dólar, euro e libra).

O estudo diz que as cidades de praias, em primeiro lugar, e os destinos de natureza, em segundo, são os que mais atrairão os viajantes nesse verão. Por oferecem atividades ao ar livre, este tipo de destino é o mais visado pelos brasileiros pelo menos enquanto não houver garantia de eficácia de alguma vacina. Em terceiro lugar estão as cidades grandes, que também atraem os brasileiros pela oferta variada de comércio, serviços, cultura e gastronomia.

Mas seja qual for o seu destino neste final de 2020 e início de 2021, há um fator sobre o qual nem precisaria de pesquisa: o cuidado com a saúde, a sua e a dos outros. Não dispense sua máscara, lave sempre as mãos, use álcool em gel, pratique o distanciamento social e evite aglomerações.

 

 

 

 

 

Fonte:CGN

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar