DestaqueEsportesNotícias

Tunico Maciel morre aos 26 anos após acidente grave na última etapa do Sertões

A segunda-feira (9) também é de luto para o esporte a motor brasileiro. Tunico Maciel, bicampeão do Sertões, integrante da Honda Racing há cinco anos e bicampeão do Brasileiro de Rali Cross-Country, teve sua morte anunciada nesta tarde. Nascido em Lavras, o mineiro de 26 anos sofreu um grave acidente enquanto lutava pela vitória no Sertões no último sábado, a caminho de Barreirinhas, sendo socorrido primeiramente por Ricardo Martins, da Yamaha, que venceu o rali, e depois por outros 19 pilotos que pararam para socorrer Maciel.

Logo após o acidente, Tunico foi removido de helicóptero para o hospital UDI, em São Luís, capital do Maranhão, onde ficou internado desde então. A organização do Sertões informou, no domingo, que o piloto da Honda foi levado ao hospital em estado estável e, depois, não foram mais divulgadas atualizações médicas.

Contudo, na tarde desta segunda-feira, veio a pior notícia com a confirmação da morte do piloto mineiro. A informação foi oficializada pelas assessorias de imprensa da Honda Racing e também do Sertões.

“A equipe Honda Racing de Rally lamenta profundamente o falecimento do piloto Tunico Maciel e presta condolências aos familiares, amigos e fãs do atleta. Tunico estava internado desde sábado (7), em São Luís (MA), em decorrência de um acidente sofrido durante a disputa do Sertões 2020, e na manhã desta segunda-feira (9), infelizmente, não resistiu aos ferimentos”, informou a equipe.

“Além de exemplo de pessoa, em função do carisma e de seu caráter, Tunico era um piloto extremamente habilidoso e dedicado. Ele estava na equipe Honda Racing desde 2015, na qual conquistou dois títulos no Sertões e o recente bicampeonato brasileiro de Rally Cross Country. A equipe Honda Racing segue à disposição dos familiares, oferecendo a assistência necessária. A comunidade do motociclismo está em luto. Ao Tunico Maciel, o nosso muito obrigado. Você é o nosso eterno campeão”, completou a marca.

“Com imensa tristeza o Sertões recebe a notícia do falecimento do piloto Tunico Maciel, na manhã desta segunda feira, 09/11/2020, no UDI Hospital, em São Luis (MA). O bicampeão da prova não resistiu aos ferimentos sofridos em um acidente na última especial do Sertões 2020. À família, companheiros de trabalho e aos amigos mais próximos de Tunico, a nossa solidariedade e as nossas orações. A Família Sertões está de luto”, escreveu a comunicação do rali.

Na última sexta-feira, na esteira do cancelamento da sexta etapa do Sertões, em virtude do mau tempo, Tunico foi declarado campeão do Brasileiro de Rali Cross-Country. O piloto abriu o grid de largada na disputa das motos no último dia do Sertões e lutava pelo bicampeonato da prova com Ricardo Martins, que acabou levando o título. O catarinense foi quem acionou o resgate depois de ter sido o primeiro a parar para socorrer Maciel.

A trágica e precoce morte de Maciel vem menos de 24 horas depois de o motociclismo brasileiro sofrer com outra perda, e de um piloto igualmente jovem.

Na tarde do último domingo, durante disputa de etapa do SuperBike Brasil, em Interlagos, Matheus Barbosa, goiano de 22 anos, sofreu um acidente muito forte ao perder o controle da sua moto Suzuki e bater violentamente no muro da curva da Junção. A bandeira vermelha foi acionada por volta de 13h30 (de Brasília).

Fonte: GrandePrêmio

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar