NotíciasPolícia

Operação do Gaeco contra o PCC prende 26 pessoas em quatro cidades

Vinte e seis pessoas foram presas na operação Regresso, realizada nesta sexta-feira (dia 28) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) contra a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

O balanço parcial mostra 19 presos em Campo Grande, cinco em Dourados, um em Três Lagoas e um em Corumbá.   Na Capital, sete alvos não foram localizados e uma pessoa está foragida em Três Lagoas.

Em Campo Grande, Cleyton dos Santos Medeiros, de 30 anos, conhecido como “G7” ou “Doido”, foi morto em confronto com o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais).

Conforme apurado pela reportagem, ele estava em residência no Bairro José Abrão.

Cleyton Medeiros tem passagens pela polícia registradas desde 2013. Os crimes são tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo, violência doméstica e por entregar veículo a pessoa não habilitada. Ele respondeu ainda a dois processos, por tráfico de drogas e por crimes de organização criminosa, abertos em 2013 e 2018.

Regresso – A operação, que também tem apoio do Batalhão de Choque da Polícia Militar, acontece a três dias do aniversário do PCC, que será na próxima segunda-feira. Ao todo, são 35 mandados de prisão em Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Corumbá.

Na Capital, um dos alvos foi apartamento de residencial no Bairro Rita Vieira.  No local, não houve prisão, mas equipe do Bope permaneceu no endereço por 1h30.

Viatura do Corpo de Bombeiros foi chamada ao local para prestar apoio porque a moradora teve bebê recentemente, mas não foi necessário atendimento de saúde.

Bope amanheceu em residencial no Bairro Rita Vieira, em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)
Bope amanheceu em residencial no Bairro Rita Vieira, em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami) –

 

 

Fonte:CGN

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar