AgronegócioDestaqueEconomiaMeio AmbienteNotíciasTurismo

Ações iniciais de contenção das águas pluviais, em Bonito, surtem efeito positivo

Na última quinta-feira (20) a reportagem do BonitoNet acompanhou o engenheiro agrônomo Paulo Sérgio Gimenes, da Agraer, responsável técnico pela Câmara Técnica de Conservação de Solo e Água, na visita de inspeção na rodovia Bonito/São Geraldo após precipitação acumulada de mais de 150 mm desde o último sábado (15).

A Câmara foi criada em março de 2019 para centralizar e orientar as ações de conservação do solo e dos cursos d’água, em resposta aos problemas do turvamento das águas dos rios Formoso e da Prata.

Na ocasião verificamos o trabalho desenvolvido nos 3 quilômetros iniciais da rodovia saindo da cidade de Bonito, onde foi feito o alargamento da pista de rolamento e elevação do grade, além, de caixas de contenção com volumes variando de 40 m³ a 120 m³ para captação de água da chuva, com a distância de 50 m uma da outra. Essa ação visou preferencialmente impedir que a enxurrada contamine o rio Anhumas o que foi constatado in loco de acordo com a foto abaixo que é o registro na ponte do rio Anhumas, que é afluente do rio Formosinho e, consequentemente, do rio Formoso.

As ações desenvolvidas nas propriedades rurais demandaram recuperação de mais de 6 km de estradas internas, bem como inúmeras caixas de contenção da água das chuvas feitas principalmente na Fazenda Santa Eugênia com o intuito de impedir a chegada da água que sai das lavouras até a estrada, evitando a contaminação do rio Formoso. Como é possível visualizar na foto abaixo as caixas de contenção cumpriram seu papel ao impedir a chegada da enxurrada na estrada e posteriormente no rio Formoso.

 

Desta forma, constata-se a relevância dos trabalhos da Câmara Técnica de Conservação de Solo e Água, que tem na parceria da Semagro, Agraer, Prefeitura Municipal de Bonito e do IDB-Instituto de Desenvolvimento de Bonito.

Parceria essa concretizada através da doação de uma camionete 4×4 pela Semagro, para uso exclusivo da Câmara, pela Prefeitura de Bonito por meio das máquinas necessárias para a execução dos serviços e pelo IDB, que é responsável pelo combustível dos equipamentos e veículos. Temos que ressaltar a colaboração dos proprietários rurais da região que participam com ações em suas propriedades, sob orientação do responsável técnico, eng. Paulo Gimenes, e, também, colaborando com as refeições dos operadores das máquinas.

Fonte: Redação

Etiquetas

Artigos relacionados

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar