NotíciasTurismo

Réveillon no Rio não será na Praia de Copacabana e terá shows espalhados para evitar aglomerações

Os shows da tradicional virada de ano no Rio de Janeiro serão espalhados por quatro pontos turísticos da cidade, segundo anunciou o prefeito da cidade Marcelo Crivella. A Praia de Copacana, conhecida por ter a maior queima de fogos do Mundo, não está entre os locais.

A justificativa dada por Crivella é de que a desconcentração dos shows em um ponto só serve para dissipar a população e, consequentemente, evitar aglomerações, proibidas com a pandemia da Covid-19, além de maior controle de fiscalização. Ele citou o Cristo Redentor, a Praia de Botafogo, a praia da Barra da Tijuca e o Aterro do Flamengo.

“[A ideia] é espalhar nossos eventos para que a gente possa ter os 2 milhões de pessoas que temos atualmente no Rio em locais mais separados, evitando grandes aglomerações no transporte e também na região da praia”, afirmou Crivella.

Os detalhes do evento precisam ser aprovados por um comitê científico e ainda estão em debate com a secretaria de Turismo do Rio de Janeiro. Também serão feitas transmissões ao vivo e “um minuto de silêncio” em homenagem às vítimas do novo coronavírus e aos profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate à pandemia.

(Com informações do portal de notícias UOL)

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar