NotíciasPolícia

Corpo achado em milharal vai levar pelo menos uma semana para identificação

Corpo encontrado na tarde de ontem (30) em meio a plantação de milho às margens da BR-060, em Campo Grande, levará pelo menos sete dias para ser identificado. O cadáver estava em avançado estado de decomposição.

Os restos mortais são de um homem, aparentemente negro, com idade entre 20 e 30 anos. Com o estado de decomposição, os peritos não conseguiram identificá-lo por meio das digitais.

No Imol (Instituto de Medicina de Odontologia Legal), os dedos da vítima passarão por um processo de hidratação para tentar recuperar as impressões digitais. Esse procedimento demora de três a sete dias.

O caso – Segundo o delegado de Polícia Civil Giulliano Carvalho Biacio, que foi ao local ontem, funcionários da fazenda passavam a colheitadeira pela plantação quando encontraram o corpo. Ele estava no meio da lavoura, mas próximo a uma estrada vicinal que dá acesso ao assentamento Santa Mônica.

Devido ao avançado estado de composição, não foi possível identificar lesões que determine a causa da morte. As investigações serão coordenadas pela de 6ª Delegacia de Polícia Civil.

 

Fonte:CGN

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar