Nova gravadora pretende resgatar veteranos e revelar novos talentos
2019-08-12 11:23:41
A primeira contratação da gravador é a dupla Edson & Hudson

Em tempos marcados por indefinições políticas e econômicas, a última ideia que deve passar pela cabeça dos executivos é a de iniciar um novo empreendimento. Mas os empresários Gustavo Pereira e Wilson Anastácio, do Grupo Live (que tem sob contrato duplas como Chitãozinho & Xororó e Zezé di Camargo & Luciano) decidiram nadar contra a maré. Os dois se uniram a José Eboli, ex-presidente da Sony e da Universal para a criação de uma nova gravadora. A Onda – nome da companhia – iniciou suas atividades no final de julho com a gravação de um DVD ao vivo da dupla Edson & Hudson.

Um dos objetivos da nova companhia é justamente resgatar nomes com história e respeito na indústria, mas que por diversos motivos acabaram atropelados por nomes da nova geração. A escolha de Edson & Hudson, por exemplo, soa simbólica. A dupla modernizou o sertanejo ao incluir mais doses de pop e de rock – Hudson, por exemplo, é o que mais próximo pode ser chamar de guitar hero dentro desse estilo. Os problemas pessoais e as brigas internas fizeram com que eles perdessem espaço para o chamado sertanejo universitário. Outro sonho de consumo da Onda é Zezé di Camargo & Luciano, cujo contrato com a Sony está em seus momentos finais. Embora a primeira aposta da Onda esteja no mercado sertanejo, a ideia da companhia é estender seus braços para outros gêneros musicais. “Aqui, o talento é que tem voz. O nosso conceito é destacar o talento, a história, o conteúdo, compartilhar o que se entende de verdade por sucesso: a consequência de um trabalho bem feito”, apregoa Anastácio. Inicialmente, a Onda irá trabalhar com as mídias digitais. Para o futuro – e dependendo da demanda dos fãs –, a nova companhia poderá lançar seus produtos em formato físico.

Fonte: Veja
Comentrios.
Deixe um comentrio.