Brasil e Paraguai desenvolvem cooperação na agricultura e pecuária
2019-07-11 09:14:46

Em reunião realizada na manhã da última terça-feira (9) em Assunção, entre o governador Reinaldo Azambuja e ministra da Agricultura, Tereza Cristina com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez, as autoridades dos dois países avançaram de forma significativa na agenda bilateral de cooperação nas áreas de agricultura e pecuária, bem como no andamento das ações de integração econômica e obras de viabilização do corredor bioceânico.

Essa foi a avaliação do secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), que integra a comitiva do governo estadual em visita ao país vizinho e que participou na manhã de hoje dos encontros com o presidente Abdo Benitez e o ministro de Agricultura e Pecuária do Paraguai, Denis Lichi.

“Apresentamos um documento elaborado pelos técnicos da Iagro, que trata da questão Sanitária animal e vegetal, do vazio sanitário, da erradicação da aftosa e do controle de fronteira, temas que consideramos fundamentais. Avançamos na questão de parceiras da Embrapa e fundações de Mato Grosso do Sul no intuito de compartilhar e desenvolver tecnologia para o aumento da produtividade da agricultura do Paraguai. Saímos com uma avaliação positiva e o Paraguai entende que o Mato Grosso do Sul deve sim criar um grupo de trabalho para que as ações conjuntas sejam monitoradas. Temos todo o apoio e empenho dos dois ministérios, por serem agendas de desenvolvimento comuns aos dois países”, comentou o secretário Jaime Verruck.

De acordo com secretário, tanto o presidente Abdo Benitez, quanto o ministro Denis Lichi também destacaram a importância histórica da rota bioceânica, da integração econômica do norte do Paraguai com o Mato Grosso do Sul, bem como os avanços obtidos pelo Brasil no contexto Mercosul no acordo com a União Europeia.

Logo no início da manhã, na reunião com o presidente Abdo Benitez e o governador de Alto Paraná, Roberto González Vaesken – província da qual o município de Carmelo Peralta faz parte – foi informado que o presidente paraguaio visitará as obras de pavimentação da TransChaco, próximo à fronteira com Porto Murtinho e também o local onde será construída a ponte sobre o Rio Paraguai.

“O presidente paraguaio estará em Carmelo Peralta em 20 de julho para vistoriar a obra da TransChaco, trecho rodoviário fundamental para a consolidação da rota bioceânica. Nessa data será realizada a assinatura da licitação do projeto da ponte. Além disso, devemos ter outros empreendimentos de portos em Porto Murtinho. Foi um agenda muito satisfatória, tratando de temas fundamentais para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul”, afirmou o secretário.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, destacou o trabalho conjunto entre as autoridades do Paraguai e do Brasil principalmente na área de Agricultura e Pecuária. “Há uma sincronia em várias atividades entre o Brasil e o Paraguai, principalmente na área da agricultura e pecuária”, afirmou.

Já o ministro da Agricultura paraguaio, Denis Lichi, lembrou dos acordos bilaterais firmados pelos presidentes Abdo Benitez e Jair Bolsonaro para reforçar a integração entre os dois países. “Falamos não apenas da área produtiva, mas também dos investimentos em obras públicas que beneficiarão a integração do Brasil e do Paraguai e de outros países da região e permitirão a união dos dois oceanos, o Pacífico e o Atlântico. Vai beneficiar bastante o setor produtivo “, afirmou Lichi.

Além do governador Azambuja, a delegação do Mato Grosso do Sul em Assunção é composta pelo vice-governador e pelo secretário de Estado da Infraestrutura, Murilo Zauith; pelos secretários Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e Antônio Carlos Videira (Justiça e Segurança Pública); pelo presidente da Assembléia Legislativa, o deputado Paulo Corrêa.

Fonte: ACrítica
Comentrios.
Deixe um comentrio.