Governo do Peru quer mais turistas brasileiros
2018-11-08 09:26:40
Quem quer conhecer o Peru pode aproveitar estes dias para comprar um pacote de viagem com desconto. Até o dia 22 de novembro, o governo peruano promove a sexta edição da PeruWeek, campanha em parceria com 165 agências, companhias aéreas e restaurantes. Segundo Milagros Ochoa, diretora de turismo do Escritório Comercial do Peru no Brasil, uma das organizadoras da promoção, pacotes e passagens serão vendidos com cerca de 30% de desconto no período.

Ela aponta a vila litorânea Paracas, a cerca de 260 quilômetros de Lima, como o destino em alta no país. “O lugar mistura praia com passeios pelo deserto, além de estar próximo das linhas de Nazca [conjunto de geoglifos no sul do Peru]”, diz.

Ainda segundo Ochoa, a capital, Lima, ganhou destaque como um destino para viagens curtas, de até quatro dias, com roteiros focados em gastronomia. É a maior cidade do Peru, com mais de 8 milhões de habitantes e banhada pelo Oceano Pacífico. O bairro mais frequentado e considerado seguro é o Miraflores, com vários hotéis, bares, restaurantes e shoppings. Para quem quiser fazer compras e levar lembranças para a família e amigos, o shopping Larcomar é uma boa pedida, a céu aberto, com incrível vista para o Pacífico.

Conhecer o Centro Histórico de Lima é algo que impressiona pelas construções. Outros pontos turísticos que não podem faltar durante a visita são: Plaza de Armas, Catedral, Convento de San Francisco, Palácio do Governo, Museu Larco, Parque de La Reserva, Parque Del Amor, Huaca Pucllana, entre outros.
Cusco é a antiga capital do Império Inca. Tem 300 mil habitantes e fica a 3.400 metros acima do nível do mar, localizada no sudeste do Vale Sagrado dos Incas. 

Uma cidade de arquitetura antiga, ruas estreitas e casas feitas de barro, algumas características que encantam os turistas. Os pontos turísticos mais visitados são o Centro Histórico, a Plaza de Armas, Catedral de Cusco, San Blás, Qorikancha, Museu Inca, Mercado Central de San Pedro, Arco de Santa Ana, entre outros.

É muito comum os turistas passarem mal em Cusco em razão da altitude da região. Vômitos e dor de cabeça são os sintomas mais comuns. O ideal é beber muita água e deixar o corpo se acostumar aos poucos.

Machu Picchu, conhecida como cidade perdida dos Incas, está localizada no topo de uma montanha, a 2.400 metros de altitude, e é considerada uma das sete maravilhas do mundo atual. A cidade impressiona, por ser toda construída por pedras, algumas pesando em torno de 20 toneladas. Andar em meio à cidade perdida e suas ruínas e conhecer a história local é algo fascinante e único. Trata-se de um dos destinos que não podem faltar na lista dos turistas mais aventureiros e apaixonados por viagem. Vale destacar que o aeroporto mais próximo para chegar até Machu Picchu é o Aeroporto de Cusco. Depois, é é necessário ir até Poroy, Urubamba ou Ollantaytambo, de lá pegar um trem até Águas Calientes e então um ônibus até Machu Picchu.

PARACAS

Repleto de atrações, Paracas é um pequeno balneário, na costa do Oceano Pacífico, a cinco horas de Lima. Destino tradicional entre os peruanos, vem recebendo cada vez mais turistas estrangeiros, principalmente pela sua proximidade com o oasis de Huacachina.

Além da praia do balneário de Paracas (própria para banho), a cidade está próxima a duas reservas nacionais: a do Deserto e a das Islas Ballestas, um arquipélago com 22 ilhas que é casa de milhares de aves e animais aquáticos. 

Como chegar
Desde Lima, saem ônibus das principais companhias. Ainda partem ônibus direto de cidades como Arequipa e Cusco. Uma opção é ir, primeiro, até Ica, que fica a menos de uma hora de Paracas. Porém, os ônibus entre Ica e Paracas podem custar caro dependendo a época do ano, do dia e até do horário da viagem. A cidade é pequena e a maioria dos ônibus para na entrada da cidade ou no centro, dependendo da companhia.

São diversas praias – não banháveis – que se espalham pela costa do Oceano Pacífico. Uma dica é visitar a Reserva Nacional de Paracas de bicicleta para conhecer e explorar todos os cantos do lugar. A outra alternativa é um tour, que dura cerca de três horas, dentro de uma van.

A reserva possui 325 mil hectares, sendo 200 mil dentro do Oceano Pacífico. Nem todo o parque pode estar aberto à visitação. Lá é possível conhecer La Catedral, uma formação rochosa pontiaguda que se assemelha às torres de uma igreja, símbolo da reserva.

Além do deserto de montanhas rubras, é no parque que está localizada a Playa Roja, uma praia de areia e montanhas vermelhas. Ainda se pode destacar as praias de Yumaque e Punta Arquillo, onde ficam restaurantes e bares.

ISLAS BALLESTAS

O golfo de Paracas é a casa de pinguins, lobos e leões-marinhos, além de dezenas de espécies de aves. A meia hora de barco do continente estão as Islas Ballestas, onde está localizado outro parque nacional. Elas são formadas por diversas rochas, trabalhadas pela ação do mar. As águas frias fazem com que, em determinadas épocas do ano, milhares de pinguins façam do arquipélago a sua casa. Os barcos costumam passar muito perto das ilhas, sendo possível ver os lobos e leões-marinhos e as dezenas de espécies 
de aves nativas.
Fonte: CE
Comentrios.
Deixe um comentrio.