Embratur convida trade para apostar na região de Nobres (MT)
2018-09-25 08:20:11

A Embratur está unindo forças com empresas turísticas do Mato Grosso para desenvolver e consolidar cidades da região que tenham grande potencial para a atração de turistas. Na última semana, a presidente do Instituto, Teté Bezerra, encontrou-se com o prefeito e o secretário de Turismo e Cultura de Nobres (MT), Leocir Hanel e Daniel da Cruz, e o empresário Ricardo Gouveia, do setor hoteleiro do destino, a fim de incentivar novas rotas turísticas no estado.

De acordo com o prefeito de Nobres, Leocir Hanel, já existem, hoje, dez atrações devidamente licenciadas ambientalmente. O potencial da região, porém, é muito maior. Aos poucos, novas atrações devem ser implementadas pela iniciativa privada, com o apoio do município. “Temos mapeadas 32 possibilidades de atrações”, afirmou o prefeito.

Os representantes do destino também se encontraram com empresários brasileiros, na última semana, na capital de São Paulo. O encontro teve como intuito divulgar os atrativos da região e buscar novas parcerias para esse processo de desenvolvimento das cidades.

O presidente da operadora CVC, Luiz Eduardo Falco, um dos executivos presentes no encontro, defendeu a ideia de expandir os horizontes e transformar a região mato-grossense em um polo turístico internacional. “Já há uma infraestrutura no Mato Grosso para receber o turista. Há condições favoráveis para o Turismo no ano inteiro, uma alternativa muito bacana para quem gosta de viajar”, comentou.

O diretor comercial do Malai Manso Resort, Ricardo Gouveia, também concordou com a iniciativa e ressaltou a importância desse movimento para o Turismo brasileiro. “Com o apoio do trade, esse roteiro que une Nobres e o Lago do Manso vai colocar o Estado entre os principais destinos do Brasil”, afirmou.

ROTA
A rota avaliada contempla atrativos naturais do distrito de Bom Jardim, município de Nobres (a 120 quilômetros de Cuiabá). O lugar, semelhante ao destino brasileiro de Bonito (MS), consolidado no segmento de ecoturismo, possui paisagem única, com águas cristalinas e de temperatura média próxima a 28 graus durante o ano todo.

A ideia é unir a região de Nobres com a região de Manso, na Chapada dos Guimarães. Com distância aproximada de 60 quilômetros, percorridos por uma estrada asfaltada, a aposta é que uma atração fomente a outra. Ou seja, será criada uma rota envolvendo o complexo hoteleiro de Manso com o a diversidade de atividades sustentáveis de Bom Jardim.

Fonte: PR
Comentrios.
Deixe um comentrio.