5º Bonito Blue & Jazz Festival acontece neste final de semana em Bonito
2018-09-03 11:34:58

Programado inicialmente para acontecer no feriado de Corpus Christi, o 5º Bonito Blues & Jazz Festival mudou de data por causa da greve dos caminhoneiros e movimenta a cidade de quinta-feira a sábado (6 a 8) no CMU (Centro de Múltiplo Uso) de Bonito.

Afonso Rodrigues Jr., organizador do evento, explica que a mudança das datas provocou apenas uma alteração na programação. “Teve uma inversão na agenda. O Blues Etílicos que estava previsto no encerramento do festival mudou para a abertura em razão da agenda. Outra diferença é que na data anterior nós não teríamos uma das maiores bandas de blues do Paraguai, que é a Versión Palma Loma Blues, e o argentino radicado no Paraguai, Willy Suchar, que agora vai se apresentar”, explica.

A mudança da data aconteceu por causa da greve dos caminhoneiros. Na época, Bonito ficou sete dias sem combustível. “Teve muito caso de pessoas que estavam lá e tiveram que ficar esperando chegar combustível para poder sair da cidade. Outros que queriam ir para bonito e que não foram”, relembra Afonso.

“Por causa dessa mudança a programação ficou muito mais condensada. A gente sempre quis fazer essa interação com o Paraguai e com a Argentina, e por causa dessa alteração nós conseguimos trazer esses artistas de lá”, comemora o organizador.

Os artistas citados são Dominique Bernal e Willy Suchar.

Dominique é paraguaio, mas mora atualmente em Corrientes, na Argentina. Gaitista, saxofonista e cantor, o paraguaio ainda é um grande incentivador cultural, tanto na área musical quanto na literária. 

Willy Suchar é argentino, e atualmente mora em Assunção, capital do Paraguai e é um dos maiores músicos e produtores do país. Faz uma interação entre Paraguai e Argentina mesclando polca com guarânia, com blues, jazz e música erudita, usando tanto o espanhol quanto o guarani. 

“Nós fomos mais beneficiados do que prejudicados pela alteração da data. Além do que é um feriado também, o que facilita o deslocamento de quem for prestigiar”, comenta Afonso. 

A programação do 5º Bonito Blues & Jazz Festival abre na quinta-feira (6) com a banda Tubarões do Rio Formoso, de Bonito; Clayton Sales, de Mato Grosso do Sul; e Blues Etílicos, do Rio de Janeiro. 

Na sexta-feira (7) é a vez de Lucille Berce, do Paraná; e os paraguaios Dominique Bernal, Versión Palma Luma Blues e Willy Suchar. 

No sábado (8) se apresentam Simão Gandhy Trio, do Mato Grosso do Sul; e Explosion Blues, com Jefferson Gonçalves & Gustavo Andrade do Rio de Janeiro. 

Sobre a participação dos Quinta edição do evento acontece no próximo fim de semana Luciana Petelinkar bonitenses no festival, o organizador explica que tradicionalmente o evento tem de 70% a 80% formado por público de fora, que os locais ainda são minoria, mas que nos últimos dois anos já foi possível sentir a influência do evento na cultura local. 

A banda Tubarões do Rio Formoso, que abre o evento, é composta por músicos de Bonito, que estão ensaiando desde fevereiro um setlist especial para o festival com blues e rock’n’roll. “Isso mostra uma mudança no cenário musical da cidade. Já tem uns músicos locais fazendo blues nos bares. Está mudando um pouco aquela questão do sertanejo, funk e pagode”, comenta Afonso. 

“Nos primeiros anos nós fizemos um workshop de música, tanto de gaita quanto de guitarra com alunos da rede pública de ensino gratuitamente. Compramos gaita e contratamos um guitarrista também para dar aulas durante a semana, mas não teve muito interesse da comunidade na época. Agora estão solicitando que a gente faça, e estamos pensando em fazer para a próxima edição, porque não prevemos para essa. Então estamos vendo que começou a ter uma disseminação desse estilo musical, o que para nós é uma alegria.” 

SERVIÇO:

O 5º Bonito Blues & Jazz Festival acontece de quinta-feira a sábado (6 a 8) no CMU (Centro de Múltiplo Uso) de Bonito, com show extra beneficente no domingo (9).

Para o festival, o bonitense paga R$ 20 e o turista R$ 40, por noite. Existe a opção de comprar as três noites por R$ 50, o morador local, e R$ 100, o turista. Para o show de domingo o mínimo será R$ 10, porém serão aceitas doações

Fonte: OEstado
Comentrios.
Deixe um comentrio.