Bélgica realiza último treino antes de partir para São Petersburgo
2018-07-09 14:25:00
A Bélgica realizou nesta segunda-feira o último treino no Moscow Country Club, onde a seleção do país está concentrada desde o começo da Copa do Mundo, antes de partir para São Petersburgo, onde vai enfrentar a França amanhã em busca de uma vaga na final do torneio.

” Isso faltou no começo, em bobeiras que a gente deu. No final a gente conseguiu instituir jogadas, chutar para gol. Isso cansado, tendo que marcar, pegar a bola lá atrás e tocar até o gol oponente. Não conseguimos o gol, mas tentamos. Acredito que eles foram melhores no começo, nos 15 primeiros minutos. Mas depois tivemos ocasiões de gol ainda no primeiro tempo, poderia ter sido diferente. No segundo tempo a gente comandou o jogo, tivemos várias ocasiões, goleiro resgatou, bola bateu no zagueiro. Mas futebol é isso, quem faz mais gol ganha. Na minha opinião, dói igual. Noite terrível, ser suprimido não tem explicação”.

Na sábado 30 de junho o atacante Dries Mertens havia mostrado cautela e respeito ao Japão, oponente belga nas oitavas de final da Copa do Mundo, em entrevista coletiva realizada neste sábado, dois dias antes do duelo na Rostov Arena.

Sob o comando do técnico Roberto Martínez, o elenco treinou durante mais de 30 minutos. A comissão vai viajar nesta tarde e não vai haver treino oficial ou agradecimento de campo no Estádio Krestovsky, que os belgas vão ver pela primeira vez minutos antes da semifinal.

Afora isso, a Bélgica segue com uma série invicta admirável. O time de Roberto Martínez não sabe o quando se a derrotou por a Espanha por 2 a 0 em um amistoso, que é perder desde setembro de 2016. Ao todo, são 19 triunfos e 5 empates em 24 partidas.”Foi um trabalho bastante duro. O Brasil é uma equipe esplêndida, ainda mais em um Mundial. Mas os meninos fizeram um grande trabalho e deram uma satisfação a toda Bélgica”, mencionou o treinador.

O único desfalque de Belgica para a próxima partida é o lateral-direito Thomas Meunier, que está suspenso por ter recebido o segundo cartão amarelo no torneio durante o triunfo por 2 a 1 sobre o Brasil.

“Não saio satisfeito com minha atuação, nem um pouco. Mas saio de cabeça levantada, porque tentei dar meu melhor, como sempre fiz. Infelizmente, hoje não foi o dia. Desejávamo chegar até o fim, mas demos o nosso melhor. Todo mundo se entregou até o fim. Seguramente receberemos pancada de todo lado. A vida segue, o futebol é assim, composto de triunfos e derrotas. Ficamos tristes, porque desejávamo bastante ser vitoriosos, como todo o Brasil. Hoje, infelizmente não deu. fala-se muita coisa quando se perde, , ainda mais em o Brasil. Sabemos como são as coisas. Agora não dá para pensar em nada. Estamos com a cabeça ainda no jogo, chateados. E é isso”.
Fonte: EfeGeneric
Comentrios.
Deixe um comentrio.