Em MS, 60% das cidades enfrentam alagamentos, aponta pesquisa
2018-07-05 12:30:36

Dos 1.729 municípios que declararam terem sido atingidos por alagamentos entre 2013 e 2016, ao menos 47 estão em Mato Grosso do Sul – 60,8% das 79 cidades do Estado. Também 62% dos municípios sul-mato-grossenses já enfrentarem inundações provocadas por fortes chuvas que fizeram rios transbordarem e deixaram rastro de destruição.

Os dados constam na Munic (Pesquisa de Informações Básicas Municipais) 2017, divulgada nesta quinta-feira (5) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Alagamentos - As maiores proporções de municípios atingidos por alagamento estão respectivamente no Espírito Santo (71,8%), Santa Catarina (68,5%), Rio de Janeiro (62%) e Mato Grosso do Sul (60,8%). Os menos afetados foram os Estados do Piauí (3,6%) e da Paraíba (4%).

Ainda segundo o estudo, a maior concentração de cidades que enfrentam alagamentos está na região Sul (53,9%) e a menor, na Nordeste (13,2%).

“Quanto maior a classe de tamanho da população dos municípios, maior a proporção destes atingidos por alagamentos”, constatou a Munic.

Enchentes – Também 1.590, ou 28,5% dos municípios brasileiros, já sofreram com inundações de grandes proporções.

É o caso de Aquidauana e Anastácio que ano após ano tem de lidar com os problemas causados pelo transbordamento do rio que leva o mesmo nome da cidade.

Entre fevereiro e março deste ano, moradores enfrentaram uma das piores cheias dos últimos anos. A cidade ficou inundada por 20 dias, o acesso de Aquidauana para Anastácio e vice-versa ficou completamente interrompido e centenas de famílias tiveram de ser removidas de suas casas.
Santa Catarina (69,2%), Espírito Santo (66,7%) e Mato Grosso do Sul (62,0%) foram os que registraram os maiores percentuais de municípios atingidos, o menos afetado foi o Ceará (1,3%).

Do alto, Aquidauana e Anastácio debaixo d'água (Foto: André Bittar/Arquivo)
Do alto, Aquidauana e Anastácio debaixo d'água
Fonte: CGN
Comentrios.
Deixe um comentrio.