Com 280 homens, Polícia Ambiental deflagra operação nesta quarta-feira
2018-05-30 11:25:47

A PMA (Polícia Militar Ambiental) deflagra ao meio-dia desta quarta-feira (30), a operação Corpus Christi com 280 homens a campo. As ações, que terminarão às 8h de segunda-feira (4), serão preventiva e repressiva aos crimes e infrações ambientais em Mato Grosso do Sul.

Haverá efetivo nos rios, barreiras nas estradas e fiscalização em propriedades rurais para prevenir e combater infrações e crimes como transporte de produtos perigosos, desmatamento, exploração ilegal de madeira, incêndios, transporte de carvão e de outros produtos florestais e caça. Durante o feriado, a polícia espera grande fluxo de turistas locais e de outros Estados, principalmente, para a prática de pesca.

Em razão disso, a fiscalização será intensificada nos rios mais atrativos. Outros tipos de crimes como tráfico de drogas, contrabando, descaminho, porte ilegal de armas, entre outros, serão coibidos nas barreiras. No ano passado, com relação aos crimes ambientais, durante a operação Corpus Christi foram 15 pessoas autuadas e R$ 15 mil em multas aplicadas.

Licença de pesca - A PMA alerta aos pescadores que tirem sua licença ambiental de pesca do Estado de Mato Grosso do Sul, para a pesca mensal desembarcada, pois, a falta deste documento, constitui infração administrativa, cabendo multa e ainda apreensão dos produtos, petrechos de pesca, barcos e motores. A licença pode ser retirada pelo site www.imasul.com.br.

A pesca de qualquer natureza é proibida no Rio Salobra, no município de Miranda e Bodoquena, Rio Negro, Rio Perdido, que compreende as cidades de Bonito, Jardim, Caracol e Porto Murtinho, Rio Abobral e Rio Perdido. Quem quiser saber todas as informações sobre a pesca no Estado pode acessar à Cartilha do Pescador nos postos da Polícia Militar Ambiental, ou imprimi-la pelo site www.pm.ms.gov.br.

Fonte: CGN
Comentrios.
Deixe um comentrio.