Em evento mundial, mais de 900 aves foram observadas em 24h no MS
2018-05-08 09:42:08
Evento denominado Global Bird Day, promovido pelo The Cornell Lab of Ornithology, entidade dedicada ao estudo e preservação de aves

Durante as 24 horas de 5 de maio deste ano diversas pessoas registraram 949 pássaros de 280 espécies no Mato Grosso do Sul. A ação, que acontece anualmente, faz parte do Global Bird Day, evento mundial promovido pelo The Cornell Lab of Ornithology, entidade dedicada ao estudo e preservação de aves.

Os dados ainda estão sendo compilados, portanto os números ainda vão mudar. Até esta segunda-feira (07), Mato Grosso do Sul era o sétimo estado brasileiro com 280 espécies de pássaros observados. A arara-vermelha foi o animal mais avistado neste ano.

Qualquer pessoa pode participar do evento. Saiba como no site eBird, Para mais informações sobre rankings mundiais e nacionais

Entre os locais ou pessoas com mais registros de aves no Estado está a Pousada Iguapé com 206 espécies. A pousada, que fica em Miranda, município 208 quilômetros distante de Campo Grande, tem a 5ª posição entre locais ou pessoas com mais espécies em todo o Brasil.

Quem também está contribuindo com a ação é o biólogo Edson Marques, que trabalha como monitor ambiental no Buraco das Araras, em Jardim, a 238 quilômetros da Capital. Até a última atualização desta segunda-feira (07) ele estava em 4º lugar no ranking do Mato Grosso do Sul, com 99 espécies.

“O Mato Grosso do Sul é um grande estado para o turismo de observação de aves”, opina Edson. Segundo ele, o número de pássaros observados é muito alto para a época, por estarmos no outono. Para o biólogo os números são é muito significativos para o turismo local. “O segmento chamado observação de aves vem movimentando toda a cadeia produtiva de estados e cidades. Assim, com as aves, pode-se desenvolver ações econômicas para regiões onde há grande diversidade de espécies”, explica.

Próximo a Bonito, o Buraco das Araras é uma das paradas obrigatórias para turismo. Edson fez diversos registros de pássaros no local.

Ano das Aves
Além disso, 2018 foi eleito o Ano Internacional das Aves por importantes instituições como National Audubon Society, National Geographic, BirdLife International e o próprio The Cornell Lab of Ornithology. No Brasil, a agência ambiental Pick-upau juntamente com as mais de 150 organizações participantes, vai “celebrar as aves, através de canais como revistas, televisão, mídias sociais e outros meios de comunicação”, conforme diz o site da instituição. A ação é realizada em comemoração ao centenário da aprovação da Lei do Tratado das Aves Migratórias (MBTA, na sigla em inglês).

Fonte: MM
Comentrios.
Deixe um comentrio.