Gasolina passa dos R$ 4 em alguns postos e reajuste deve segurar preços
2018-01-03 10:17:03

A queda de 0,1% no preço da gasolina nas refinarias da Petrobras não deve fazer com que o produto fique mais barato nas bombas, mas pode ajudar a segurar os preços pelo menos até o próximo reajuste da estatal.

Levantamento feito nesta quarta-feira (3) em Campo Grande aponta que o combustível chega a custar até R$ 4,09 em alguns lugares, como é o caso do Posto Tereré, localizado na Avenida Afonso Pena, onde esse valor serve tanto nas vendas a vista como no crédito.

No posto Nossa Senhora da Conceição, localizado na Rua Eduardo Santos Pereira, no Centro da cidade, esse valor é cobrado apenas dos clientes que optam no pagamento a prazo. Quem usa dinheiro ou débito paga R$ 3,99 no produto.

Já no posto São Marcos, na Rua Marechal Rondon, a gasolina custa R$ 3,99 no crédito e R$ 3,95 no débito ou dinheiro. Conforme o atendente, esse valor está seis centavos maior do que na semana passada e sobre ele ainda não interferiu o reajuste atual da Petrobras, que não deve influenciar no preço, mas deve manter a tabela atual.

O produto está custando R$ 3,99 para qualquer formas de pagamento no posto APN, localizado na Rua Rui Barbosa, e também no Posto Avenida, que fica na Afonso Pena.

Conforme a Petrobras, houve reajuste também no diesel, que ficará 0,6% mais caro nas refinarias. As variações de preço fazem parte do modelo de reajustes frequentes praticados pela Petrobras, “em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional”, segundo a estatal.

O preço final ao consumidor, nas bombas, dependerá de cada empresa revendedora e dos próprios postos de combustíveis. O histórico das últimas variações praticadas pela Petrobras está disponível na página da estatal na internet.

Fonte: CGN
Comentrios.
Deixe um comentrio.