Entenda por que o Sul é a casa do Natal no Brasil
2017-12-18 11:24:35
Cidades brasileiras como Curitiba e Gramado são reconhecidas como verdadeiras capitais do Natal

O empresário gaúcho Guilherme Luz tem muito a agradecer às luzes do
Natal de Gramado (RS). Natural da região, sua família é dona de uma
fábrica de chocolates há 41 anos na cidade gaúcha. Na última década e
meia, no entanto, os negócios aumentaram exponencialmente e, além dos
investimentos nos doces, o empresário partiu para outros segmentos, como
o de cervejas e até mesmo bares e espaços turísticos. “O Natal tem
grande responsabilidade na nossa renda”, diz Luz. “Cerca de 30% do
faturamento vem na época.”


O mesmo movimento acontece nos caixas de outros comerciantes locais durante as festividades. O Natal Luz de Gramado, patrocinado pelo Bradesco, tem
81 dias de duração e chega a atrair 2 milhões de pessoas todos os anos.
A injeção de recursos na economia local alcança 300 milhões de reais,
segundo contas da própria Prefeitura de Gramado. Somente no ano passado,
foram arrecadados 33,3 milhões de reais.


“Hoje, Gramado consegue atrair turistas no ano inteiro, que são
responsáveis por 86% de nossa receita”, diz João Alfredo Bertolucci,
prefeito de Gramado. “Mas posso afirmar que isso não seria possível sem a
tradição do nosso Natal Luz”, afirma.