Chester Bennington: autópsia acusa pequena quantidade de álcool no sangue do cantor, diz site
2017-12-06 15:44:41
A autópsia de Chester Bennington identificou uma pequena quantidade de álcool no sangue do cantor no dia de sua morte, em 20 de julho. Segundo informações divulgadas pelo “TMZ”, havia pequenos vestígios de álcool no organismo do vocalista da banda Linkin Park, que morreu após se enforcar no quarto de um hotel em Los Angeles, na Califórnia.

Ainda segundo o “TMZ”, um dos exames toxicológicos deu positivo para ecstasy. Outros dois testes que foram feitos na sequência não detectaram a droga, o que levou a conclusão final que Chester não estava sob a influência de drogas quando morreu.

Autoridades encontraram ainda pedaços de unhas embaixo do celular do cantor e também na mesa do quarto onde ele foi encontrado morto. Segundo autoridades policiais, Talinda, mulher do cantor, disse que ele fazia isso com as unhas quando estava ansioso.

Chester lutou por anos contra drogas e álcool, e disse em uma entrevista em 2016 que já havia pensado em suicídio porque foi abusado quando criança, por um homem mais velho.

Fonte: G1
Comentrios.
Deixe um comentrio.