"A gente nunca deve condenar ninguém", diz governador sobre prisão de Puccinelli
2017-11-14 12:15:20

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse, em agenda pública realizada hoje, que “a gente nunca deve condenar ninguém antes do trânsito em julgado de qualquer ação”.

A declaração dele tem relação com a prisão do ex-chefe do Executivo Estadual, André Puccinelli (PMDB), preso na manhã desta terça-feira (14) durante a 5ª fase da Operação Lama Asfáltica.

“O grande problema que a gente tem visto hoje é que quando se tem uma operação, ou uma delação ou uma denúncia já se condena pessoas e isso é muito ruim. Tem que dar tempo ao tempo”, completou Azambuja.

O governador comentou ainda que a Lama Asfáltica não se trata de uma operação recente e, por esse motivo, é importante aguardar a sequência das investigações.

“Todos nós homens públicos ou da iniciativa privada estamos abertos a qualquer tipo de investigação. O que a gente espera é que se apure, se identifique e, se realmente teve algum tipo de desvio desses recursos públicos, que esses recursos possam voltar para serem bem aplicados em benefício da sociedade”, finalizou.

PRISÃO DE PUCCINELLI

André Puccinelli (PMDB) é um dos alvos da quinta fase da Operação Lama Asfáltica da Polícia Federal, denominada Papiros de Lama.

Também é alvo de mandado de prisão André Puccinelli Junior. Ambos foram abordados em suas casas por volta das 6h de hoje, e levados para a Superintendência de Polícia Federal, em Campo Grande.

Desta vez, o objetivo da PF é combater esquema de desvio de recursos públicos por meio do direcionamento de licitações, superfaturamento de obras públicas, aquisição fictícia ou ilícita de produtos, financiamento de atividades privadas sem relação com atividade-fim de empresas estatais, concessão de créditos tributários para recebimento de propina e também corrupção de agentes públicos.

O prejuízo causado ao erário pela organização criminosa é de aproximadamente R$ 235 milhões.

Fonte: CE
Comentrios.
Deixe um comentrio.