Yamaguchi, sobre a luta de despedida de Popó: "Deram vitória para ele"
2017-11-13 13:22:43

Acelino Popó Freitas se despediu mais uma vez do boxe neste último sábado, em duelo contra o mexicano Gabriel "El Rey" Martinez, em Belém, no Pará. A vitória por pontos, porém, não convenceu o também pugilista Yamaguchi Falcão. Nas redes sociais, neste domingo, o boxeador fez uma live com fãs e chamou de vergonha o que aconteceu. Yamaguchi elogiou a carreira do baiano, mas disse que não poderia deixar de falar o que pensa e o que viu: que Popó teria perdido a luta e a arbitragem o beneficiou.

-Foi uma vergonha. Tenho que falar a verdade. Eu batalho por isso. É o esporte que eu vivo, dou meu coração. Gosto do Popó, não tenho nada contra ninguém, respeito quem me respeita. E não vou deixar alguém vir e querer estragar o que eu mais amo, que é o boxe. É a minha opinião, o que eu penso. Isso ninguém pode tirar. Popó foi um grande pugilista, quatro vezes campeão do mundo, isso não é para qualquer um. Mas chegou a idade, adeus já. No sábado, sinceramente, Popó perdeu a luta e deram a luta para ele. O mexicano, focado, esforçado, foi lá, ganhou a luta, e tiveram a cara de pau, os árbitros brasileiros, de dar a vitória para ele - disse Yamaguchi.

A luta de sábado foi disputada em oito rounds. Popó venceu na decisão unânime dos juízes, com pontuação de 75x74, 76x73 e 75x74. No segundo round, o brasileiro levou um knockdown e a arbitragem chegou a abrir a contagem. No quarto round, foi o mexicano quem caiu, mas os árbitros interpretaram como um tropeço.

Aos 42 anos, Popó já havia se aposentado em 2007, mas retornou para enfrentar o brasileiro Michael Oliveira. Depois, em 2015, na Arena Santos, nocauteou o argentino Mateo Veron, em mais uma luta que seria sua despedida. Agora, de forma definitiva, se aposentou após vencer Martinez.

 Eu não estou julgando o Popó em nada, só estou dando a minha opinião do que achei da luta. Admiro muito o Popó, foi um grande campeão. Mas o boxe brasileiro é triste, muita gente envolvida que não tem nada a ver com o esporte. É muito triste. - disse Yamaguchi em live com seus seguidores.

Aos 29 anos, Yamaguchi Falcão é boxeador profissional e foi medalhista de bronze em Londres 2012. Na carreira profissional, tem 14 lutas, com 14 vitórias, sendo sete por nocaute. Ele é dono do cinturão latino dos médios do Conselho Mundial de Boxe.

Fonte: G1
Comentrios.
Deixe um comentrio.