PMA de Bonito sob novo comando
2017-11-09 16:02:10
A 4ª Cia de Polícia Militar Ambiental de Bonito, que compreende os pelotões de Jardim, Porto Murtinho e Bela Vista, tem novo comandante que é o Capitão Paulo Renato, 30 anos, já com 11 anos de carreira militar sendo 7 anos na área de inteligência da PM, com 4 anos na Diretoria de Inteligência da Polícia Militar e os últimos 3 anos no GAECO-Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado ligado ao Ministério Público.

Segundo o Cap Paulo Renato o Comando Geral da Polícia Militar o designou para uma nova missão, assumir o comando da 4ª Cia da PMA de Bonito, o que fez há 2 meses. "Recebi o convite como um novo desafio, pois tive pouco contato com a área ambiental ao longo da carreira, porém, estou com o maior prazer em Bonito e imbuído de proteger o meio-ambiente e dar apoio à sociedade bonitense" afirmou o novo comandante ao BonitoNet.

Questionado sobre sua expectativa de trabalho na região o Cap. Paulo Renato observou que diferentemente de outras regiões por onde atuou a questão ambiental em Bonito é bastante relevante e a conscientização ambiental dos moradores e turistas deverá ajudar no desenvolvimento da sua missão de proteger o meio ambiente.

Em contrapartida, em Bonito ele percebeu que a sociedade é comprometida com a preservação do meio-ambiente por meio dos proprietários dos atrativos turísticos, pousadas e hotéis, guias, ONG's e todos os atores que atuam diretamente na proteção ao meio-ambiente, fazendo com que a cidade seja reconhecida mundialmente pelo ecoturismo e pelo desenvolvimento sustentável.

O Cap Paulo Renato disse seu trabalho à frente da 4ª Cia visa dois focos principais, o primeiro é aperfeiçoar a consciência ambiental da sociedade, que em Bonito já é bastante relevante e o segundo foco é a fiscalização do meio-ambiente, com relação à pesca, poluição dos rios cênicos, desmatamento de áreas de preservação, etc.

O comandante lembrou que as ações devem ser conjuntas nas áreas urbana e rural, uma vez que não adianta se preocupar com os rios e esquecer os córregos urbanos. "Nós temos os córregos Bonito, Restinga e Saladeiro que merecem atenção, principalmente no diz respeito aos resíduos sólidos  descartados nesses cursos d'água e o objetivo é a educação e conscientização desses cidadãos para que não "joguem fora" o seu lixo, pois não vai fora, vai parar nos nossos rios", afirmou.

Questionado sobre a ocorrência de animais silvestres localizados em áreas urbanas o Cap. Paulo Renato afirmou que os animais encontrados feridos ou machucados, são destinados ao CRAS-Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, em Campo Grande, e aqueles em perfeito estado de saúde são soltos na natureza em áreas próximas. Destaca que os proprietários rurais que queiram recebê-los, com o compromisso de não explorar comercialmente e nem prendê-los em jaulas ou gaiolas, se manifestem à PMA e a corporação pode levar os animais até a propriedade com o objetivo de reintegrá-los ao ambiente natural.

O Cap Paulo Renato reforça que a missão da PMA é proteger o meio-ambiente e todos aqueles que estão imbuídos do mesmo objetivo tem as portas abertas da 4ª Cia para conhecer o trabalho desenvolvido pelo efetivo e colaborar na missão "que não é só da PMA, mas de todo cidadão", afirmou o comandante. 

Fonte: Redação
Comentrios.
Deixe um comentrio.