Seminário pretende despertar campo-grandense sobre importância da preservação do patrimônio cultural
2017-08-15 15:04:07
De 16 a 18 de agosto será realizado em Campo Grande o Seminário Municipal de Patrimônio Cultural, juntamente com  o VII Simpósio Estadual de Educação Patrimonial. O evento ocorre em alusão aos 118 aos da Capital sul-mato-grossense e pretende reunir e capacitar acadêmicos, arquitetos, gestores culturais, pesquisadores e demais interessados no assunto e também debater os conceitos, bem como a preservação e proteção do patrimônio cultural.

O encontro, organizado pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania (SECC) e faculdade Novoeste, será aberto dia 16 às 8 horas no auditório da Casa da Ferrovia, localizada na Avenida Calógeras, número 3.000.

De manhã durante a abertura oficial do seminário haverá uma mesa redonda com o tema “Diretrizes para Restaurar”. Já a noite, às 19 horas, o arquiteto Fábio Domingos Batista ministrará palestra sobre o assunto “Patrimônio Cultural: Cidade como História”. Fábio é arquiteto e urbanista formado pela UFPR e também é mestre em Projeto e Tecnologia do Ambiente, além de ser especialista em Estética e Filosofia.

“O seminário municipal e o simpósio estadual de Educação e Patrimônio Cultural é um encontro que busca sensibilizar a população campo-grandense quanto a importância de seu patrimônio. Esse evento também é um processo de construção em que os participantes possam trocar experiência e obter mais conhecimento sobre o assunto”, explica a arquiteta da Divisão de Patrimônio Cultural da Sectur, Joelma Arguelho.

Veja abaixo a programação completa do evento:

Dia 16 e 17 de agosto

Local: Plataforma Cultural, Avenida Calógeras nº 3.015

Horário: Das 8 horas às 20 horas

Abertura da exposição: “Projeto Técnico de Diagnóstico Arquitetônico dos Imóveis de Significância Histórico-Cultural da Antiga Ferrovia NOB, localizado no município de Terenos”. Autores: Promotoria de Justiça de Terenos, arquiteto Jean Claud Pinheiro e engenheira civil Jeiza Jacob de Almeida.

Dia 16 de agosto

Local: Auditório da Casa da Ferrovia – Avenida Calógeras, nº 3.000.

Horário: 8 horas

Abertura oficial: Mesa redonda: “Diretrizes para Restauro” (participação das arquitetas Perla Larsen e Tathyane Sangalli).

 

Palestra: “Patrimônio: Cidade como História” (arquiteto Ms. Fábio Domingos Batista – PR)

Horário: 19 horas

Local: Auditório da Casa da Ferrovia – Avenida Calógeras, nº 3.000.

 

Dia 17 de agosto

Local: Auditório da Casa da Ferrovia – Avenida Calógeras, nº 3.000.

Horário: 8 horas

Palestra: “Programa Viva Campo Grande II” –  Revitalização da Rua 14 de julho (Catiana Sabadin Famarrenho).

 

Palestra: “Arquitetura rural e urbana da cidade de Rio Brilhante – período de 1803 a 1960 (palestrante arquiteto Dr. Fábio Fernando Martins de Oliveira

Horário: 10 horas

Local: Auditório da Casa da Ferrovia – Avenida Calógeras, nº 3.000.

 

Dia 18 de agosto

Local: Auditório da Novoeste – Rua Rui Barbosa, nº 1.972

Horário: 16 horas

Palestra: “A Ressignificação do Patrimônio Arquitetônico a partir da mediação digital” (palestrante arquiteta Sol Ztt)

 

Workshop: “Patrimônio Cultural a partir da mídia digital” (palestrante web designer André de Oliveira Braga – SP)

Local: Auditório da Novoeste – Rua Rui Barbosa, nº 1.972

Horário: 18 horas
Fonte: AC
Comentrios.
Deixe um comentrio.